As primeiras do dia

Muita gente estranha essas pegadas de ar do filho do presidente, Carlos Bolsonaro, contra esse ou aquele auxiliar do Governo. Mas não deveria. Carlos age por orientação do pai. Tanto isso é verdade que o pai não o contesta, não chama o feito a ordem, não desmente o filho. Nesse último caso, o do ministro Bebiano, Bolsonaro chegou a retuitar o twitter do filho e a declarar que esperava encontrar o cargo do ministro vago ao retornar a Brasília.

**

Bebiano é que, igual ao cururu teitei, disse que não saía e ficou. Um advogado próximo a ele garantiu que Bolsonaro deve a sua eleição ao ministro da laranja. E assim continua o Brasil, com um presidente doente e um filho dizendo inconveniências em nome do pai.

**

A Gruta de Antonio Luzia fica na Chã do Lindolfo, em Bananeiras. Pois será nela que eu, a convite do prefeito Douglas Lucena, estarei lançando o meu livro “Nos Tempos de Jornal”, neste sábado, a partir das 11 horas. Quem quiser, pode ir que a entrada é franca.

**

A imprensa conta que o secretário Adalberto Fulgêncio está bufando pelas ventas, caçando e mandando caçar os dois funcionários responsáveis pelo vazamento daquele áudio onde ele e Diego Tavares travam uma conversa nada republicana.

**

A caneta tá doida pra vadiar.

**

Ainda sobre o Trauminha, o trauma mais traumático do prefeito Luciano Cartaxo: a fila do osso não anda. Pacientes disseram à TV Cabo Branco que estão com fraturas expostas esperando uma cirurgia há meses.

**

Conta o Antagonista que Julian Lemos está estremecido com Bolsonaro depois de ser acusado pelo presidente de pedir cargos em vários Ministérios.

**

De porta-voz a porta nada.

**

“Nóis sofre, mai nóis goza”.

**

E apois!

**

Nada como um dia atrás do outro, com uma noite no meio.

**

Quem faz aqui, aqui paga.

**

Ficou linda aquela imagem do feirante passeando pela Torre de barco.

**

João Pessoa superou Veneza.

**

E dizem que vem mais chuva aí.

**

E a Prefeitura festeja: Choveu muito, mas não há desabrigados.

**

Quer dizer que era pra cair as casas dos pobres, era?

**

Viuge!

**

Assim também é muito horrível.

**

Muito horrível demais.

**

Dia 23 tem Baratona.

**

Marcos Pires é um folião de verdade.

**

Falta um dia pra sexta-feira.

6 Comentário On As primeiras do dia

  • Sr Tiao, sempre fui um leitor assiduo do seu blog. Antigamente tinha noticias e fofocas bastante interessantes, mas hj vejo que estais a escrever vida politica dos gestores, os quais vossa excelencia nao apoiou na campanha. Lembro a vossa excelencia que a campanha ja passou, mas me parece que para o blog ainda continua. O senhor e um jornalista, antes de ser secetario executivo. Vamos fornecer as noticias de forma imparcial, n precisa defender e nem acusar (prefeito-governador-deputado-presidente-ministro-secretario-senador). Vai ai o meu abraco!

  • SEVERINO CARLOS DE ANDRADE

    O Brasil tem um presidente “pau mandado”, o Jair, e três laranjas dele – Flávio, Eduardo e Carlos, ou, como o pau mesmo diz, 01, 02 e 03 – eleitos pela internet e em desvios de função.
    Que DEUS tenha misericórdia do nosso futuro!

  • Gostaria muito de ir para o lançamento do livro, mas infelizmente não terei como ir. Vou batalhar para adquir o exemplar!

  • Concordo!! Bolsonaro coloca o filho pra falar, e, se der merda, ele volta atrás e joga a culpa na indolência do filho(“Um garoto”).

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles