Da nova série “Os Campeões da Informação” : Hilton Gouveia, o Último dos Moicanos

Já era noite alta, perto das 23 horas. Estávamos na redação de A União, no Distrito Industrial, o sono pesando nos olhos de alguns, outros ansiosos para sair em busca da noite, quando o editor anunciou a pauta extra: alguém deveria viajar ao Quilombo do Livramento, em Princesa, para fazer uma matéria.

O primeiro e único a se manifestar foi Hilton Gouveia. E unindo a palavra à ação, prontificou-se a viajar, naquela mesma hora, dirigindo um jeep queixo duro para amanhecer o dia no local da matéria, depois de rodar exatos 482 quilômetros.

Hilton Gouveia é o repórter de aventuras por natureza. A calma da redação não o seduz. Prefere o campo, as estradas poeirentas e as serras íngremes, de onde extrai preciosidades jornalísticas incomuns.

Morando na Baía da Traição, conhece os segredos dos índios e os mistérios da terra.

Dono de um belo texto, usa-o para pesquisar e descobrir segredos que muitos considerariam insondáveis.

É, sem dúvida alguma, um dos últimos grandes repórteres de jornal.Um exemplar raro de uma geração engolida pela modernidade do computador e pelo comodismo das redes sociais.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles