Da nova série “Os Campeões da Informação” : Marcos Marinho, O Maivado

Ele é pequeno e franzino, mas quando escreve ou é provocado a falar numa entrevista ou numa tribuna, se transforma num gigante.

Um gigante temido pelos que são alvos das suas críticas.

Por isso o chamo de “Maivado”. Marcos Maivado Marinho.

Um campinense com raízes em Jacumã e laços de amizade e inimizade espalhados pelos quatro cantos desse país.

Dono de um texto primoroso, costuma tirar o couro dos imprestáveis e deixa-los em pelo para os olhares do povo.

Mas também é poeta quando é para ser poeta.

Desde o momento em que o conheci, me transformei no seu admirador número um.

Tento até imitá-lo.

Na escrita, tentei, mas não amarrei-lhe as chuteiras.

Na degustação de rainha é que fiquei na rebarba mesmo.

Ele aguenta o rojão, eu fico só no pantim.

Há quem não concorde com esses elogios a Marcos Maivado.

Mas quem o faz é movido pelos motivos que todos conhecemos.

Só não gosta de Maivado quem não reza na boa cartilha.

E desses ele dispensa os elogios.

E a amizade também.

11 Comentário On Da nova série “Os Campeões da Informação” : Marcos Marinho, O Maivado

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles