Fiquei meio cabreiro com aquela frase de Zé Maranhão sobre Manoel Júnior. “Manoel Júnior não é obrigado a votar em mim”, disse Zé, de peito estufado e com aquele sorrisinho de canto de boca que caracteriza suas tiradas politicas com segundas intenções.

A troco de que o senador Maranhão disse isso?

Por que Zé fez questão de tornar isso público?

Aí eu fico intrigado.

Manoel Júnior é figura de proa do PMDB.

Foi indicado candidato a vice-prefeito pelo PMDB.

Foi presidente do Diretório Municipal.

Quebrou o compromisso de ser substituído por Gervásio Maia, candidatou-se à reeleição e conseguiu se reeleger, com o apoio do senador Zé Maranhão.

Ele é grato a Maranhão.

E Maranhão gosta dele.

Alguém com um mínimo de discernimento acredita que Manoel Júnior teria coragem de abandonar Maranhão, seu ídolo, numa disputa eleitoral?

Maranhão não só admite, como diz que não liga.

Você acredita nisso, leitor?

Eu não acredito.

E acho que Luciano Cartaxo também não.
 

 




Comentários realizados

  • 06/01/2018 às 06:25

    Luis

    Não sejamos idiotas o suficiente pra cairmos nas armadilhas desses golpistas. Viva o trabalho!!!

  • 05/01/2018 às 10:27

    Jurandi Ferreira

    Esses políticos não pensa na Paraíba pensa em si próprio nas suas mordomias quem quiser a Paraíba voltar,o abono que era vote no candidato de Cássio ou Maranhão

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias