Dezoito mil, multiplicados por cinco que é a média das famílias nordestinas, dá um total de 90 mil. Está difícil, prefeito, a vida desse mundo de gente posto no olho da rua por Vossa Excelência no comecinho do ano novo. Presente de grego, presente de amigo da onça, coisa que nem todo inimigo faz com seu pior desafeto.

 

Alegar que precisa ajustar a  máquina não justifica, porque o senhor sucedeu ao senhor mesmo. Não pegou a Prefeitura do adversário, como fez Ricardo Pereira lá em Princesa. E Ricardo não demitiu ninguém.Ainda.

 

O senhor passou quatro anos na Prefeitura, o que significa dizer: o senhor está demitindo, pondo na rua da amargura, pessoas que o senhor mesmo admitiu. Pessoas, senhor prefeito, que não esperavam o desemprego e por isso votaram no L de Luciano, acreditando que assim estariam com o futuro garantido.

 

O senhor pediu o voto, recebeu o voto, ganhou a eleição no primeiro turno, fez festa, fez natal, fez réveillon, mandou queimar foguetão na praia e somente com a chegada de janeiro, de uma tacada só, botou todo mundo pra pegar descendo. Isso é malvadeza sem tamanho.Se o senhor morasse na Bahia, eu diria que era neto de Toinho Malvadeza.Mas o neto de Toinho, que pensa, como o senhor, em ser governador, não mandou demitir ninguém.

 

E as dívidas desses coitados? E os empréstimos consignados no banco da esquina? E a conta na bodega?E as noites insones?E o desespero?

 

Dr. Prefeito, isso que o senhor fez, Burity fez um dia. E Burity era mais popular do que o senhor. Fez um primeiro Governo que deu certo. No segundo voltou nos braços do povo. Botou trezentos mil  votos de maioria sobre Marcondes Gadelha. Mas demitiu 20 mil.E olhe que eram 20 mil adversários. Nem assim escapou do julgamento do povo. Perdeu todas as eleições dali em diante.

 

O senhor demitiu 18 mil correligionários. Fez pior do que Burity. Burity demitiu 20 mil eleitores do outro candidato. O senhor puniu 18 seguidores. Isso é covardia.

**

Assim é bom demais: o prefeito eleito de Santa Rita, senhor Panta, avisa que não vai pagar o atrasado a que os funcionários da Prefeitura têm direito. E a pergunta que não quer calar: Ele não disse na campanha que ia botar tudo nos trinkes? Por acaso a conta atrasada é do prefeito sainte ou é da Prefeitura?

**

Como se anunciava, o prefeito Ricardo Pereira encontrou um quadro de terra arrasada na Prefeitura de Princesa. Fizeram o rapa, levaram tudo, só deixaram o que não tinha mais serventia.

 

E quanto mais cava, o prefeito encontra mal feito.

**

O prefeito Zenóbio Toscano, de Guarabira, é dono de uma emissora de rádio na cidade. Pois me disseram que ele empregou a rádio inteira na Prefeitura. Custo a acreditar nessa informação. Vou entrar em contato com o edil para saber se isso procede.

**

Parece que Durval Ferreira vai continuar sendo vereador mesmo. A articulação para ele ser o Presidente do Instituto de Previdência do Município “faiou”.

**

E Bira? Coitado. Nem se reelegeu, nem foi nomeado.

**

O senador Zé Maranhão, humilde como sempre, disse aos jornalistas que venceu sozinho os candidatos apoiados por Ricardo Coutinho, por Cássio Cunha Lima e por Luciano Cartaxo.

 

Ele esqueceu de dizer que os eleitores votaram nele como forma de homenageá-lo na sua despedida da vida pública, já que se anunciava ser aquela a sua última eleição.

 

Eu mesmo votei nele. Não sei se votaria de novo.

**

Zé Aldemir, a austeridade em pessoa, nomeou a esposa e o cunhado como secretários da Prefeitura de Cajazeiras.

**

Mais tarde eu volto.

 

 




Comentários realizados

  • 03/01/2017 às 11:53

    SEVERINO CARLOS

    Edmundo, você acertou na mosca. Faltou dizer que esses prefeitos são todos CANALHAS - uns vestidos de anjos e os outros os próprios demônios.

  • 03/01/2017 às 09:09

    Ricardo

    Excelente medida! Só há uma forma de ingresso em cargo público, qual seja, o concurso!! A máquina não aguenta essa burla a Constituição e o inchaço da máquina com cabos eleitorais, como feito pela velha política!!

  • 03/01/2017 às 07:26

    Edmundo dos Santos Costa

    ONDE HÁ "FUNÇÕES DE CONFIANÇA", LEIA-SE: "FORMADORES DE OPINIÃO" COM PRAZO CERTO E CURTO DE VALIDADE. ALCANÇADO O OBJETIVO SAZONAL PARA O QUAL FORAM CONTRATADOS, TORNAM-SE MEROS DESCARTÁVEIS, TUDO DENTRO DA MAIS PERFEITA E HARMONIOSA NORMALIDADE. AGORA RESTA AGUARDAR NOVA ÉPOCA, NOVO PERÍODO QUE ANTECEDERÁ OUTRAS ELEIÇÕES, PARA, ALGUNS, DE NOVO SEREM APROVEITADOS E OUTROS TANTOS QUANTOS NECESSÁRIOS, ARREGIMENTADOS, DANDO CONTINUIDADE AO VAI-E-VEM DE CONTRATAÇÕES E DESCARTES.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

Zé Lezim e Tião Gomes, pense numa briga sem futuro. Duas pessoas que sinceramente admiro, o primeiro pelo bom humor constante, o segundo pela sinceridade com que trata as coisas, no... Ler mais

Sinceramente, não gostei.Aquele presidente Putin pensa que é o que para tratar com tanto desprezo o nosso ínclito presidente Temer? Não foi recebe-lo no aeroporto,mandou um... Ler mais

O deputado Hervásio Bezerra esteve em Princesa Isabel no último final de semana.Foi participar dos festejos juninos e aproveitou para visitar seu velho amigo Aloysio Pereira, que... Ler mais