O assunto do dia é a morte de dona Marisa Letícia e a onda de ódio e solidariedade em torno do fato. O ódio parte de uma nesga social preconceituosa, que jamais admitiu ver um operário e uma dona de casa ocupando o Palácio do Planalto. Até os médicos do hospital onde Marisa foi internada ficaram a fazer chacotas da paciente.

**

Isso tudo envergonha as pessoas de bem desse país. Um país que abriga esse tipo de gente jamais poderá ser considerado um país decente. No máximo é pra ser chamado de covil de assassinos.

**

Temer levou numerosa comitiva para visitar Lula. Foi hostilizado na porta do hospital por petistas fanáticos. Coisa que nem mesmo Lula aceitou, quando, ao abraçar a comitiva, disse que estava feliz por ver que eles haviam deixado a política de lado para serem solidários.

**

O Sirio Libanês anunciou a demissão da médica responsável pelo vazamento do laudo de Marisa Letícia. É pouco. Deveria ser presa e ter o diploma cassado. Ela e seus coleguinhas de mangação.

**

Dilma tentou botar Lula num Ministério para dar-lhe foro privilegiado e foi o maior escândalo. Temer cria um Ministério para blindar o corrupto Moreira Franco e não acontece nada demais.

**

Coisas do Brasil.

**

Foi emocionante o encontro entre Lula e Fernando Henrique Cardoso. Ao contrário de Temer, que chegou ao Sirio com comitiva e foguetório, FHC foi sozinho, sem holofotes, entrou por uma porta lateral e abraçou o antigo adversário, retribuindo idêntica visita que recebeu de Lula quando dona Ruth morreu.

**

E o Jair Bolsonaro viu como é querido pelos seus colegas deputados. Candidatou-se à Presidência da Câmara e perdeu para os votos em branco.

**

E essa coisa ainda quer ser presidente da República.

**

Enquanto isso, dorme em alguma gaveta, esquecido e desprezado, o pedido de prisão preventiva contra Rodolpho Carlos, feito pelo delegado de homicídio e referendado pelo Ministério Público Estadual.

**

E o flanelinha que acidentou um idoso continua no presídio.

**

Um advogado amigo meu apresentou-se voluntariamente e está defendendo o flanelinha sem cobrar um real.

**

Depois digo o nome dele.

**

Gervásio deu demonstração de força ao encher o Espaço Cultural para sua posse como presidente da Assembléia.

**

Musculatura de candidato a governador.

**

E é só o começo.

**

O prefeito jura que visita os municípios do interior sem pensar naquilo.

**

E eu acreditando.

**

Mais tarde eu volto.

 




Comentários realizados

  • 04/02/2017 às 22:37

    Angela Lima

    Minoria Barulhenta deve morar na casa de quem afirma tal idiotice. Saiba que a sua suposta maioria batedora de panela está acabando com o país; aumentando o desemprego, afundando a indústria em um buraco cada vez maior, transformando o Brasil em uma repúbliqueta de 5ª categoria. Quanto ao "capo", com certeza, deve estar se referindo aos Al Capones que agora estão no governo, e àquela turma de paulistas que também já passaram por lá. Golpe nunca foi perda legítima de poder, os golpistas só dizem isso como uma forma de negação do seu estado de GOLPISTAS. Terão o mesmo reconhecimento da História que a Ditadura Militar, que, aliás, também não se considerava ditadura.

  • 03/02/2017 às 18:53

    Jarbas Murilo de Lima Rafael

    A "MINORIA BARULHENTA" não perde uma oportunidade (usam a té a morte da esposa do "capo") para destilar o ódio e o ressentimento pela perda - legítima - do poder.

  • 03/02/2017 às 10:56

    Angela Lima

    LULA E MARISA - A Morte e a dignidade (titulo meu) PODER360 02.fev.2017 (quinta-feira) - 14h13 atualizado: 02.fev.2017 (quinta-feira) - 23h44 Lula evita uso político da morte de Marisa Letícia O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem instruído a cúpula do PT a evitar o uso político da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia. A preocupação é não deixar a impressão de que os petistas pretendem usar o assunto como forma de retaliação ao juiz Sérgio Moro. O último boletim médico de Marisa Letícia, divulgado às 10h25min desta 5ª feira (2.fev.2017), informou que exames constataram a ausência de fluxo cerebral (íntegra no final deste texto). “TRÂNSITO COM ESPÍRITO SERENO” Ex-chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho pediu “serenidade” em mensagem enviada a petistas na manhã de 5ª feira: “Lula está neste momento no hospital esperando dr. Kalil chegar, para a última análise da situação, ver a possibilidade de doação de órgãos e deixá-la ir pra junto de Deus. Vamos manter a serenidade e mandar boas energias para que ela possa fazer seu trânsito com espírito sereno, em paz e com muito Amor” Marisa foi internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na 3ª feira passada (24.jan.2017) vítima de 1 acidente vascular cerebral. Lula agradeceu as manifestações de apoio à recuperação de Marisa. No Facebook, disse que a família autorizou os procedimentos para doação dos órgãos: lulafacebookmarisa Eis o último boletim médico divulgado pelo hospital: “A paciente Marisa Letícia Lula da Silva permanece internada na UTI do Hospital Sírio-Libanês. Na manhã de hoje, foi realizado Doppler transcraniano, sendo identificada ausência de fluxo cerebral. Diante do resultado, com autorização da família, foram iniciados procedimentos para doação de órgãos. As equipes que a acompanham são: Coordenação – Professor. Dr. Roberto Kalil Filho Neurologia Clínica – Professor Dr. Milberto Scaff Neurocirurgia – Dr. Marcos Stávale Neurorradiologia – Dr. José Guilherme Pereira Caldas”

  • 03/02/2017 às 09:16

    Angela Lima

    Do DCM: Dormindo com o inimigo: o crime dos médicos que vazaram exames de Marisa não pode ficar impune. Por Kiko Nogueira. Postado em 02 Feb 2017por : Kiko Nogueira No Brasil do golpe, ninguém perderá dinheiro por superestimar a capacidade nacional em ser canalha. Enquanto estava em coma profundo, lutando por sua vida, Marisa Letícia dormia com os inimigos. Uma médica do Sírio Libanê chamada Gabriela Munhoz, de 31 anos, compartilhou por WhatsApp com seus colegas imagens do exame da ex-primeira dama horas depois da internação. Gabriela avisava que Marisa estava no pronto socorro com AVC hemorrágico de nível 4, um dos mais graves, e seria levada para a UTI. O grupo se intitulava “MED IX”, composto de formandos em Medicina da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul em 2009. Segundo o Globo, no dia da internação de Marisa, um médico que não atua no Sírio enviou dados sobre o diagnóstico. Pedro Paulo de Souza Filho postou imagens de uma tomografia atribuída a Marisa, acompanhadas de detalhes fornecidos por Gabriela. O neurocirurgião Richam Faissal Ellakkis comentou: “Esses fdp vão embolizar ainda por cima”. Em seguida: “Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela”. Ellakkis trabalha, entre outros lugares, na Unimed São Roque, no interior de São Paulo. Vai ficando mais claro de onde veio “furo” do biógrafo de Lobão, Claudio Tognolli, que gravou um vídeo se jactando de ter em mãos a tomo da mulher de Lula. Depois da repercussão, chegou a alegar que “um petista” lhe havia passado. Balela. O Sírio soltou uma nota, na ocasião, afirmando que nada saiu de lá e que “zela pela privacidade de seus pacientes e repudia a quebra do sigilo médico por qualquer profissional de saúde”. Se não vivêssemos no Paraguai e se não fossem doutores, o Sírio e as demais instituições envolvidas teriam demitido sumariamente essa corja e o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo já teria divulgado um repúdio. Mas o corporativismo deles é invencível. Basta lembrar que a pediatra que se recusou a atender um menino de colo porque ele era “filho de petistas” não recebeu sequer uma advertência. O Código de Ética da turma dispõe em seu artigo 89 que “é vedado liberar cópias do prontuário sob sua guarda, salvo quando autorizado, por escrito, pelo paciente”. Violaram o artigo 154 do Código Penal, cujo objetivo é proteger a liberdade individual e a inviolabilidade dos segredos profissionais. A pena prevista é de detenção e multa. Passaram por cima do artigo 5º da Constituição, parágrafo X: “São invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação”. O problema é que na nossa selva alguns bichos são mais iguais do que outros. Temos, hoje mais do que nunca, bestas que não hesitam em atacar sua presa especialmente se ela estiver inerte, à beira da morte.

  • 03/02/2017 às 09:15

    Camilo

    Parabéns Tião pela matéria tão real.Tudo verdade,pensamentos expressos por qualquer cidadão de bem.

  • 03/02/2017 às 09:08

    Angela Lima

    O hospital demitiu, atitude certa do patrão. O CRM deveria punir a profissional pela conduta, algo que, obviamente,não acontecerá. No Facebook há um grupo fechado chamado "Dignidade Médica", os usuários são todos da classe médica, e o que se ler alí é indigno de qualquer ser que se julga humano. Parece que o "Juramento de Hipocrates" virou juramento de hipócritas! Estas palavras abaixo fazem parte do Juramento que todo aquele que se diz médico(a) faz: "Àquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto".

  • 03/02/2017 às 07:21

    josenildo

    Bolsonaro tem que continuar como fiscal do caneco alheio.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

O prefeito Jonas de Souza, da cidade de Montadas, no Agreste paraibano, é um homem que ama a família. Ama até demais, se a gente olhar para o que ele fez com seus parentes.... Ler mais

Já recebeu alta e está de volta a Juru o vereador Alvaro Teixeira, ou o Vereador da Cobra, como queiram.Ele ficou nacionalmente conhecido por ter matado a dentadas a cobra cascavel que o... Ler mais

O Governo do Piaui, do PT, tem seus hospitais administrados por Organizações Sociais. Estão sob esse tipo de administração o hospital Justino Luz, de Picos e as... Ler mais