Toda casa legislativa possui a sua Comissão de Constituição e Justiça. Ela existe para evitar que o Legislativo erre. Toda e qualquer matéria de ordem jurídico/constitucional só vai à aprovação do plenário após passar pelo crivo da Comissão de Constituição e Justiça. Sem o crivo da Comissão, a matéria sequer vai a apreciação dos parlamentares, morre no meio do caminho.

**

No Senado da República acaba de ser decretada a morte da Comissão de Constituição e Justiça.E quem a decretou foi, infelizmente, um paraibano, um conterrâneo, um senador da Paraíba, a terra que já pariu Oswaldo Trigueiro de Albuquerque, José Américo de Almeida, Raimundo Asfora, Argemiro de Figueiredo, Ronaldo Cunha Lima, Antonio Vital do Rego, Humberto Lucena, Antonio Mariz,Tarcisio de Miranda Burity e outros ilustres cultores do Direito,que no Senado ou na Câmara sempre foram referências entre os seus companheiros na hora de opinar ou de analisar matérias que careciam da opinião de quem entendia do Direito e da legalidade das leis.

**

O senador Cássio Cunha Lima, que é formado em Direito, achou por bem não submeter a reforma trabalhista ao crivo da Comissão de Constituição e Justiça.Na ânsia de agradar ao presidente Temer e de ver aprovada essa injustiça ao trabalhador brasileiro, atropelou os trâmites e cantou de galo. Bastou ter um tiquinho de poder nas mãos para botar pra fora o seu jeito autoritário de ser.

**

E ainda desafiou o senador Renan Calheiros, que quer comandar a derrocada da tal reforma, afirmando, de pescoço duro e desafiador, que “Renan pode muito, mas não pode tudo”.

**

Esse homem quer voto em 2018. Já peregrina pelos povoados sertanejos e caririzeiros participando de almoços, jantares e manjares. O eleitor precisa identifica-lo, ver o que ele anda aprontando em Brasília.

**

E a cidade submergiu a uma simples chuva.Dizem que os alagamentos se devem à falta de manutenção das galerias. A Prefeitura não desentope e a água não escoa.

**

Mas o prefeito continua viajando e fazendo campanha fora de época pelo interior do Estado.

**

Até ajudando festa fora da cidade está. Em Itabaiana a Prefeitura de João Pessoa mostra sua força, ajudando na festa da cidade. Circula na internet a foto do cartaz dando conta disso.

**

Tramita no Congresso um projeto de lei que permite ao patrão pagar ao trabalhador rural, pelo serviço no campo, com comida e casa. Ou seja, o retorno da escravidão, que permitia ao senhor da senzala usar o trabalho dos escravos e em troca dar-lhes dormida e comida.

**

E comida da ruim, feijão puro com farinha e pimenta malagueta.

**

Aí dento!

 

 




Comentários realizados

  • 03/05/2017 às 09:57

    Carlos A. Nobre

    Enquanto isso o bairro mais populoso de João Pessoa ou por que não dizer da Paraíba (Mangabeira), teve seu aniversário no dia 23 de abril no que o senhor prefeito além de não ter dado nenhum apoio às festividades sequer enviou qualquer mensagem aos organizadores. Mas 2018 vem aí.

  • 03/05/2017 às 07:42

    Betinho

    O túnel tão mostrado na propaganda da prefeitura só vai até as imediações do quartel da polícia militar, ao lado do prédio do antigo correio. Dali para baixo continua o mesmo túnel estreito que já tinha antigamente. Todo dono de casa sabe que se colocar um cano de 3/4 polegada e depois reduzir para 1/2 polegada o cano não aguenta. É o que acontece com todo alagamento na lagoa. Estoura lá embaixo e dá retorno e haja peixe subindo nos bueiros.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

A Câmara de Alagoa Grande está em pé de guerra depois que o vereador Marcelo Canafístula apresentou requerimento pedindo a derrubada de duas palmeiras imperiais plantadas... Ler mais

O Henrique Meireles mostra o tamanho do que falta ainda para deixar o povo na pindaíba. Ele assegurou que, se for preciso, novos aumentos de impostos vão acontecer. O homem é mau,... Ler mais

Faz uma semana que o deputado Efraim Filho chama o presidente Temer de desleal. Reclama do presidente porque Temer arrebanhou dissidentes do PSB para o PMDB, quando os arrebanhados estavam sendo... Ler mais