O prefeito Luciano Cartaxo não consegue esconder o ciúme que sente do governador Ricardo Coutinho . A última crise de ciúmes dele, porém, é de lascar o cano. O prefeito simplesmente mandou embargar as obras da Perimetral Sul, aquela fabulosa avenida em fase final de construção pelo Governo do Estado, que começa na BR – 101, a altura da Gráfica Santa Marta e vai até a PB 008, após atravessar os bairros Gervásio Maia, Valentina de Figueiredo e Monsenhor Magno.

Todos sabemos que o prefeito Luciano Cartaxo é um maquiador de obras. Vive anunciando o que não fez e se especializou em dar por feito aquilo que nem começou.

Mas embargar uma obra como a Perimetral, prejudicando 300 mil pessoas que residem naquela parte da cidade, é um ato desumano. O prefeito é sonso, costuma dar o bote e esconder a unha, mas desta vez ele tirou a máscara, desmascarou-se e nada que venha a dizer para se explicar, será capaz de limpar sua barra.

Esse ato dele só surpreende os que insistem em considera-lo um bom moço. Quem o conhece, todavia, sabe que Luciano Cartaxo não tem pena de ninguém, só pensa nele e nos seus objetivos.

Ele foi contra a construção do Viaduto do Geisel, todos se recordam. Também foi contra a construção do Shopping de Mangabeira. Quando Ricardo Coutinho anunciou a construção do Trevo das Mangabeiras, mandou cercar o terreno onde o trevo está com arame farpado, alegando que ali seria construído o terminal do BRT. Um BRT que nunca saiu do papel.

Hoje ele embarga a Perimetral.

É o típico prefeito Porcina, só que um pouco diferente. Porcina era a viúva que nunca enviuvou. O prefeito é o que nem faz, nem deixa fazer.

 




Comentários realizados

  • 13/10/2017 às 08:24

    Marcos.

    Ele "embargou" até a ponte da Beira Rio.

  • 12/10/2017 às 17:59

    Bob Oliveira

    Uma vez medíocre...

  • 12/10/2017 às 06:04

    José Marcelo neto

    Tião,quando veneziana tava fazendo a integração de ônibus em campina,a turma daqui você sabe que são,tentaram embargar também,eles nem faz e não deixa fazer

  • 11/10/2017 às 20:28

    Fred

    Lembram quando o prefeito tentou embargar o trevo de mangabeira? Ele alegava ser dono do terreno, mas Ricardo Coutinho entrou com as escrituras e esfregou na cara dele. Mas o povo é cego.

  • 11/10/2017 às 19:32

    Antônio

    Nem parece que a mobilidade urbana é dos grandes problemas de nossa capital. Hoje é normal se gastar mais de uma hora no trajeto de casa para o trabalho, um absurdo de estresse e perda de tempo. O governo do estado se propõe realizar uma obra de competência da prefeitura e vem o prefeito e embarga. Esquece ele ainda que é um investimento que beneficiar uma região de baixo renda da cidade. Aliás, ele só gosta de fazer alguma coisa na orla ou na Beira Rio. Sei não, mas acho que ele não tem mais cara pra pedir votos na periferia da nossa João Pessoa. Vai levar um troco daqueles. Vamos aguardar.

  • 11/10/2017 às 16:31

    Túlio Gastão

    Aí eu pergunto. Como é que o povo de JPA elege um rapaz desse no 1 turno? É uma vergonha...

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

 Espedito Mandú puxou a faca da cintura, encostou a ponta no pescoço de Manoel Evaristo e, do jeito que fazia com o boi no matadouro, sangrou-o no meio da rua. O jato de sangue... Ler mais

A Prefeitura divulgou texto publicitário falando dos 37 anos do centro histórico de João Pessoa. Afirma, no texto, que temos 700 monumentos históricos dignos de ser vistos.... Ler mais