O delegado da Polícia Civil Haendel da Silva Fonseca, chefe de gabinete do secretário de Justiça e Cidadania, Arthur Bernardes (PSD), foi flagrado em um vídeo agredindo um idoso no Recanto das Ema, em Brasília..

Na gravação, que circulou em grupos de WhatsApp nesta quarta-feira (9/8), Haendel perde a cabeça após ser insultado, derruba o idoso no chão e grita: “Você tá doido, rapá? Você tá falando é com um polícia. Respeita, encosta ali” (sic).

 

 

Questionado sobre a filmagem, Arthur Bernardes disse ao Metrópoles.com,, portal que fez a publicação do fato, que a situação ainda será apurada. “Foi determinado ao servidor que preste as informações sobre o fato e suas circunstâncias para adoção das providências cabíveis”, disse o secretário. Segundo ele, ainda não está claro quando o vídeo foi gravado.

Procurado pela reportagem, o delegado Haendel não havia retornado os contatos até a última atualização deste texto.

Haendel foi cedido para o governo local em 2015. Ele começou a atuar no GDF quando Arthur Bernardes ainda era o titular da pasta de Economia e Desenvolvimento Sustentável. Ao assumir o novo cargo, em março de 2017, Bernardes levou o chefe de gabinete com ele.

 




Comentários realizados

  • 11/08/2017 às 00:36

    luciano

    Não justifica o policial ter agredido o idoso,porem realmente houve o chigamento e no momento da raiva o policial perdeu o controle.

  • 10/08/2017 às 15:09

    Ruan

    Esse "delegado" fala e se comporta como um bandido! Manda ele pra papuda para aprender a não agredir idosos e pessoas indefesas! COVARDE!

  • 10/08/2017 às 14:30

    Glaucio

    Muito descontrolado e perigoso esse comissionado desviado de função. Não passa de um incompetente, e todo incompetente age assim mesmo. Está na hora de abrir uma investigação mto séria em relação a esse comissionado, pq varios anos está se perpetuando nos cargos e sua conduta no vídeo mostra que não passa de um descontrolado emocional e não pode estar prestando serviço para sociedade, pois é mto perigoso ficar agredindo idosos e indefesos por aí.

  • 10/08/2017 às 12:10

    Lalo

    Qual seria a importância da data da gravação do vídeo? Mesmo que seja de priscas eras, a obrigação do tal secretário de justiça e cidadania(???) deveria ser a de investigar antecedentes de seus candidatos a subordinados. Ou estou enganado?

  • 10/08/2017 às 07:17

    Hilário Sousa

    Mais um intocável, um soldado de polícia, com todo respeito a classe, graduado, querendo ser melhor do que o outro, só no Brasil.

    Resposta de Tião

    Mas o véi mandou ele encher o cu de rola

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias