Taxa de iluminação pública

No apagar das luzes de 2014, o prefeito de Tavares brindou os seus munícipes com um projeto de lei criando uma taxa de iluminação pública para o contribuinte bancar. O povo,claro, se revoltou e os vereadores,amedrontados, adiaram a votação, alegando que o documento não fora devidamente protocolado na Câmara. O prefeito mandou buscar o projeto de volta,mas pretende reapresenta-lo, porque, segundo o secretário de planejamento da edilidade, a Prefeitura não tem recursos para pagar as despesas com a iluminação.

Festa bonita

Foi uma festa muito bonita, a do réveillon no Condominio Monte Carmelo, em Bananeiras. Um grupo de amigos brincou até o primeiro de janeiro botar a cara de fora,dando adeus a 2014 com muita saudade e recebendo o ano novo com muitas esperanças.

Bom restaurante

Se o amigo ou a amiga pretender visitar Bananeiras, sugiro uma passadinha no restaurante da estação ferroviária. Uma beleza, um colosso, um primor. O ambiente agradável, o atendimento nota mil e os pratos que podem ser degustados com um bom vinho, tudo isso concorre para tornar a passagem do amigo ou da amiga a mais acolhedora possível.

Bom amigo

Ricardo Ramalho, esse moço da foto, é um engenheiro civil, gente fina, grande amigo que fiz nas terras bananeirenses, vizinho de rua e de papo, companheiro de copo e de causos. Fiz questão de perpetuar essa amizade entregando-lhe esta placa.

 




Comentários realizados

  • 05/01/2015 às 22:23

    pedo

    Tiao você paga a taxa de luz em João Pessoa? Porque aqui em tavares não?

    Resposta de Tião

    Pedo, vai te lascar!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

O comedor de gente Uma ex-primeira dama que se diz defensora das mulheres vai apoiar a candidatura do “canibal” Jair Bolsonaro. Vai, inclusive, dividir palanque com ele, já que se... Ler mais

Chupou ou lambeu? É a pergunta que se faz na região sertaneja, depois das incontáveis vezes que uma radialista lá do sertão chamou o secretário João... Ler mais

Do Fundo do Baú O tempo passa e a gente só percebe quando vê as imagens do passado. Como nessa aí, mostrando, da esquerda para a direita, Petronio Souto com cara de menino,... Ler mais