O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus advogados deixaram a capital paranaense com a certeza da vitória – se não jurídica, ao menos política.

Depois de cinco horas em que respondeu todas as questões, Lula ainda fez alegações finais que entram para a história do País (confira aqui).

Por Lisandra Paraguassu

CURITIBA (Reuters) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve seu primeiro embate com o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato, em um depoimento no qual rebateu as acusações e considerou ter feito o que pretendia fazer em Curitiba.

Foram cinco horas de audiência no processo em que Lula é acusado de ter sido favorecido por empreiteira na compra de um apartamento tríplex no Guarujá (SP) e no transporte e armazenamento de presentes recebidos durante seu governo.

De lá, animado, o ex-presidente foi ao encontro dos milhares de manifestantes que o esperavam desde o início da tarde, em uma praça no centro de Curitiba.

"Se não fossem vocês eu não suportaria o que eles estão fazendo comigo", discursou Lula, ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff e de vários petistas de alto escalão. "Minha relação com vocês é diferente das que os políticos têm com seus eleitores, minha relação com vocês é uma relação de companheiros de projeto de país."

Alternando bom humor e alguns momentos emocionado, Lula disse que a história mostrará que nunca alguém foi tão massacrado como ele e que se cometer erros quer ser julgado pelo povo, não apenas pela Justiça.

"Se um dia eu tiver que mentir pra vocês, prefiro que um ônibus me atropele em qualquer rua deste país", disse, com a voz embargada.

Fontes ligadas a Lula disseram que o ex-presidente terminou o dia satisfeito e com o sentimento de ter cumprido sua missão.

"Ele saiu com a sensação de que fez o que tinha se proposto a fazer. Pela alegria que senti, estava satisfeito com o que tinha conseguido", disse uma das fontes.

Outro petista que conversou com os advogados depois da audiência conta que o clima era de "euforia". "A avaliação deles é de que não poderia ter sido melhor", contou.

Antes mesmo de chegar ao Fórum, o ex-presidente fez questão de parar o carro e cumprimentar manifestantes que o esperavam no caminho. Desceu, caminhou por alguns metros, até sua passagem ficar impossível. Distribuiu beijos, tirou fotos e pegou uma bandeira do Brasil para acenar.

Nos prédios do entorno, houve uma tentativa de bater panelas, mas o som foi abafado pelos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro" entoado pelos manifestantes.

Os vídeos do depoimento mostram Lula respondendo as perguntas, que em alguns momentos se repetiam, de Moro e dos três procuradores que participaram da audiência. Por vezes usou sua fala para protestar contra o tratamento dado a ele no processo, pela mídia e também pelas perguntas que envolviam dona Marisa Letícia, falecida no início deste ano.

As primeiras três horas e meia do depoimento de Lula foram dedicadas a perguntas do juiz Sérgio Moro. Depois, falaram os promotores e a defesa. Por último, Lula usou os momentos finais para fazer suas considerações, em uma fala mais emocional do que havia se deixado levar até ali.

"Primeiro eu gostaria de dizer que eu estou sendo vítima da maior caçada jurídica que um presidente e um político brasileiro já teve", começou o ex-presidente.

"Eu acho que o objetivo é tentar massacrar esse cidadão, ele tem que pagar um preço por existir, esse cidadão cometeu o erro de provar que esse país deu certo. É imperdoável o processo de perseguição. Eu confesso ao senhor que esperava que houvesse mais respeito por um homem que deu a esse país a dignidade que não tinha há muito tempo", continuou.

Moro reclamou que as considerações não eram para Lula fazer uma avaliação do seu governo e nem programa político, mas o ex-presidente não deu atenção.

"Sou um cidadão, estou subordinado à Justiça, à lei e à Constituição. Virei aqui sem nenhum rancor todas as vezes que for necessário. Só espero que tenha um respeito por esse país, pelo povo brasileiro e não contem nunca uma mentira a esse respeito", disse o ex-presidente.

Ao chegar em Curitiba, Lula foi recepcionado por cerca de cinquenta parlamentares e petistas de alto escalão, entre eles Dilma Rousseff e os governadores do Piauí, Wellington Dias, e do Acre, Tião Viana. De lá, foi para o escritório de seus advogados na cidade.

A princípio incógnito, ao sair o presidente teve que enfrentar o protesto de cerca de 10 pessoas que, ao ver a movimentação da imprensa, descobriram sua presença no local.

Ao longo do dia, no entanto, a reação dos contrários a Lula na cidade foi pequena. O protesto marcado para o museu Oscar Niemeyer reuniu menos de 100 pessoas. Ao redor do Fórum, alguns apartamentos mostravam bandeiras verde amarelas nas janelas, mas mesmo entre os moradores --autorizados a circular no perímetro fechado pela polícia, poucos mostraram mais do que uma leve curiosidade com a movimentação.

Já na praça central, onde os apoiadores esperavam por Lula, o número de pessoas era maior. De acordo com a Polícia Militar, 5 mil pessoas --já os organizadores apontavam 10 vezes mais.

Lá, o ex-presidente disse mais uma vez que será candidato em 2018.

"Estou me preparando para voltar a ser candidato a presidente deste país, eu nunca tive tanta vontade como eu tenho agora, vontade de fazer mais, vontade de fazer melhor", afirmou.

 




Comentários realizados

  • 13/05/2017 às 06:44

    Paulo

    Não sou a favor da bosta nem da merda , sou a favor descarga. Mas o jornalista dono do blog só rebate quem fala mal do corrupto , não entendo..

  • 13/05/2017 às 05:23

    chico garelli

    LULA É LULA O RESTO É RESTO INCLUSIVE ESSES CORNOS QUE DÃO ATENÇAO TOTAL A REDE gROUBO, ENQUANTO SUAS MULHERES LHES ENCHEM DE CHIFRE ! LULA 2.018

  • 12/05/2017 às 00:54

    Fred

    Moro sobe no palanque com João Dória(PSDB), sobe de novo no palanque do governador Pedro Taques(PSDB), troca carícias com Aécio Neves num evento político da revista ISTO É, conduz Lula coercitivamente em total desrespeito a Lei, além de vazar tal ato para que a imprensa ficasse de prontidão( com Eduardo Cunha determinou total discrição em sua prisão), negava todo tipo de acesso a informações a defesa de Lula, mas vazava todo tipo de informações para a mídia, inclusive conversas íntimas. Ainda assim tem a cara de pau de dizer em audiência que não tem nada contra o Lula. Sempre que um tucano de alta plumagem é delatado ele desconversa e diz "não vem ao caso". Enquanto isso, escândalos escancarados como o do dinheiro voador permanecem estancados na justiça e sem repercussão alguma.Alguém já cogitou imaginar um tucano investigado por reforma em cozinha ou algo do tipo? Na hora de peitar Lula o furico fecha.

  • 11/05/2017 às 19:55

    Edivaldo de Sales Júnior

    Kkkkkkkkkkllk.....

  • 11/05/2017 às 19:36

    Renan

    O bandido Mor ( Luladrao) e também o covarde Mor , colocou toda culpa na Marisa isso é um pilantra vagabundo. Como um ex-presidente vai se encontrar com um ex-diretor da petrobras e não sabe-se nada ? Como esse bandido Mor não tem voz ativa no PT ? E quem escolheu a anta da Dilma foi quem? O malandrão quem manda nos Petralhas e agora mesmo vai colocar Gleici na presidência do Pt, e não manda ? Com Moro ele foi bem humilde , covarde .

  • 11/05/2017 às 13:50

    Floriano Marques da Silva

    * Criticar o MPF, a PF, dentre outras respeitáveis Instituições e as decisões da Justiça brasileira é grave incitação à desordem e a desobediência civil. * Não vemos nenhum outro político que também já foi presidente fazer essas incitações. Dilma, Sarney, Collor e Fernando Henrique também foram citados em Petições do Ministro Fachim e, no entanto estão aguardando com serenidade as decisões da Justiça. * “Lista de Fachin: Delação da Odebrecht levanta suspeita contra 5 ex-presidentes e 12 governadores” - ÉPOCA - Dia 11.04.17 - http://epocanegocios.globo.com/Brasil/noticia/2017/04/stj-vai-investigar-nove-governadores-citados-em-delacoes-da-odebrecht.html * Até quando Lula vai ficar criticando a imprensa, afrontando as Instituições e a Justiça brasileira e subestimando a inteligência e a paciência de 200 milhões de brasileiros ao dizer que não sabia de nada, não viu nada, é marolinha, coisa das elites e de parte da justiça brasileira. Chega, Basta!!! * Frase de Abraham Lincoln: “Podeis enganar toda a gente durante um certo tempo; podeis mesmo enganar algumas pessoas todo o tempo; mas não vos será possível enganar sempre toda a gente.” * Lula dividiu o Brasil ao não saber conviver com o conflito de opiniões e o contraditório na política e, pelo fato de não aceitar críticas, o PT semeou durante os últimos anos uma inaceitável, perigosa e gravíssima incitação ao ódio e ao conflito de classes sociais e até Regionais ao alegar que o cidadão que não concordasse com suas práticas, normas e conceitos políticos estavam contra o Brasil, o que é muito grave para a nossa Democracia e a manutenção do Pacto Federativo, pois uma das bases do democratismo é saber conviver com a oposição e opiniões contrárias e respeitar as Instituições e as decisões da Justiça e; com isso, Lula repartiu o Brasil entre os contra e a favor das atrasadas pregações e das antiquadas normas, conceitos e práticas políticas do PT que destruiu a economia do Brasil com a retrógrada política do Pão & Circo e levará mais de 20 anos para ser reconstruída. - http://www.florianomarques.com.br/site/arquivos/ALERTA_E_PREVISAO-JP-PB-dia_06-06-16.pdf *Quando era oposição Lula criticava tudo e a todos e, depois que conseguiu seus objetivos políticos, usa a influência política para intimidar, amedrontar, afrontar e processar as pessoas que tem opiniões diferentes e, discorda das suas práticas políticas e, esquecendo que a principal regra da Democracia é saber convier com críticas e com o contraditório, caso contrário vira autoritarismo e não podemos mais aceitar essa retrógrada prática política em pleno século XXI.

  • 11/05/2017 às 13:24

    Urso do Armando. #Lula2018

    O problema de José Armando é que as vezes a galhada se fixa tão profundamente no crânio que compromete o raciocínio do corno. Aí só vai na moto-serra....

  • 11/05/2017 às 12:05

    Adriano

    Vamo ver, quando sair a sentença, quem encosta quem na parede....

  • 11/05/2017 às 11:18

    Aldo rabelo

    Três anos investigando, com PF, MPF, CIA, GLOBO e outros e nada. Os graúdos que verdadeiramente roubam é que riem da nossa cara. Enquanto perseguem LULA, na calada da noite vão tirando nossos direitos, vide as votações das reformas trabalhistas e previdenciária votadas na calada da noite e sem o alarde da grande mídia.

  • 11/05/2017 às 11:16

    MARTINS

    O cara confessa que esteve em um hangar no aeroporto de congonhas em plena madrugada com um ex diretor da Petrobras investigado no esquema do lava jato.Só essa confissão, já dar margem para uma condenação de no minimo 25 anos de cadeia. Seria prudente, seus defensores e simpatizantes, baixarem a bola e aguardar o desfecho da denuncia!!

  • 11/05/2017 às 11:12

    Lima Filho

    Idiota é demais. Viiiiige...

    Resposta de Tião

    Esse é mais um Prosador

  • 11/05/2017 às 11:04

    almir

    Ô José. Teus ídolos estão todos delatados e impunes, né? A começar pelo Prosador.

  • 11/05/2017 às 10:58

    Tomé Brasil

    Isso não é um comentário jornalístico. É uma apologia do crime e do criminoso. Um sessentao, advogado, vivido entre as quadrilhas da política, contra todas as evidências demonstradas ao longo desta operação (bilhões de dólares e dezenas de condenações), ousa defender um traidor do povo. Filhos e sobrinho milionários, dono do PT desde a fundação, agente de empreiteiras, apoiador de ditaduras, capaz de não respeitar a memória da falecida mulher, não bastam para desconfiar desse personagem? Qualquer citação ao desafeto Cássio é condenação imediata. Lula e o PT estao sendo citados em todas as listas e delatores e o jornalista se comporta como o "último corno" a acreditar no "amigo, nine, Brahma, etc). E prefere atacar um juiz que tem 97% de confirmação de suas decisões nas instâncias superiores. Ou é burro ou mau caráter! Ou os dois!

    Resposta de Tião

    Tomé, vai ver que teus escritos são paridos pela parte pudenda.Escrever besteira desse jeito só em Tabaca de La Burra.

  • 11/05/2017 às 10:23

    CHICO OLIVEIRA

    A MEU VER, NÃO É EXIGÍVEL SEQUER NOTÁVEL SABER JURÍDICO. - Afastando todos os ranções e todas as paixões, seja dos coxinhas ou dos mortadelas, qualquer pessoa de mediano discernimento, à luz dos limites da lide e do objeto da ação penal, resta mais que evidente a total ausência de prova robusta e irrefutável, exigível e necessária, suficientes a fundamentar uma condenação do cidadão LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA. Porém, como todas as circunstâncias e clima de disputa política e guerra pelo poder claramente permeiam essa ação penal, o veredicto judicial ou "morodicial" são ainda uma incógnita. Entretanto, somente pelo visível acabrunhamento contido nas falas de figuras como a aloprete e o mervalino, tem-se a mensuração do contragolpe peso-pesado que foi o cruzado de esquerda desferido pelo atleta político de alta performance que estava no corner vermelho do octógono da arena curitibana. Apesar dos que asseveram a pecha de parcialidade e suspeição, mas se sua excelência o Juíz Sérgio Moro for realmente um Magistrado tão cerebral o quanto se comenta por aí, eu acho que não há outra conclusão que não a completa absolvição do réu LULA, mesmo que, no mínimo, seja pela aplicação do princípio "in dúbio pró réu". Na realidade, não vislumbra-se sequer rastro de comprovação dos fatos imputados na denúncia. DETALHE: Alguém já viu um aparato e um esquema de segurança daquele? Parecia até que era o DONALD TRUMP que tinha vindo para o Brasil, fora do combinado, só para conhecer quem era "O CARA" de quem tanto falou o OBAMA. - Data vênia, pensa só no custo dessa mega operação, o que explica, em parte, as possíveis exigências feitas pelo Juízo, mas que não foi possível atender a tempo da audiência designada para o dia 3 de maio, ensejando assim a comunicação e o pedido de adiamento pelas autoridades policiais de Coritiba, o que foi acatado pelo Juíz MORO. Pense numa prosopopeia! PROVAVELMENTE ISSO AINDA VAI DAR ROTEIRO PARA HOLIWOOD FATURAR ALTO. Que pena que o Juíz Moro não tenha intimidade com a sétima arte. As primeiras cenas seriam dirigidas pelos cineastas de LULA, tendo o MORO como protagonista.

  • 11/05/2017 às 09:45

    hendrik

    "E ESSE CONTRATO?" - "QUEM ASSINOU?" - "TÁ EM BRANCO" - "ATA" - QUAQUAQUAQUA. E... JOSÉ, O PATO, VOLTOU??? EI, CADÊ VOCÊS TIRANDO O RESTO??? CADÊ AS SUPER MELHORAS??? ERA "SÓ TIRAR O PETÊ QUE MELHORA"... CADÊ O COMBATE CONTRA A CORRUPCAO??? NÃO SEI SE NOTOU, MAS O CONGRESSO TÁ ROUBANDO NA CARA DURA, E NÃO É RELES TRIPLEX E PEDALINHO, NÃO, VISSE?! COMO PODE TER IDIOTAS HOJE EM DIA QUE DEFENDEM O FIM DOS DIREITOS TRABALHISTAS??????

  • 11/05/2017 às 09:05

    JOSÉ J.R. DE PÁDUA FREIRE.

    LULA 2018, sou nordestino com muito orgulho!

  • 11/05/2017 às 08:47

    zé bedeu

    Lula foi muito lúcido! E quem anda com a verdade tem lâmpadas nos seus pés... LULA 2018

  • 11/05/2017 às 07:01

    jose

    impressionante como idiotas , despreza o brasil para idolatrar um corrupto que jogou a moral e os bons costumes no lixo. um pais que tem colunistas que apoia a corrupção a roubalheira não pode ter um futuro de jovens de com formação moral espelhadas em matérias indutoras para o mau caminho admirando os crápulas de uma ideologia

    Resposta de Tião

    É, né! Ta certo.Converse mais.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias