O caldo engrossou para os lados da Prefeitura e agora não adianta o secretário Adalberto Fulgêncio gastar seu latim com aquelas explicações carnavalescas, porque desta vez a parada é com o Ministério Público Estadual. A Prefeitura está obrigada a prestar serviços pediátricos de urgência e emergência no Hospital do Valentina de Figueiredo e, se não o fizer, vai ser acionada na Justiça.

Essa decisão faz parte do acordo extra judicial firmado entre o Ministério Público e autoridades da saúde – sem a assinatura de representante da Prefeitura, que faltou ao encontro - ,que prevê, entre outras coisas, a implantação, pelo Municipio de João Pessoa, do formulário de contra referência nas equipes de atenção básica do município de João Pessoa e estabelece o Hospital do Valentina como porta de urgência e emergência.

Esse mesmo acordo estabelece que o Hospital Arlinda Marques, do Estado, se encarregará dos atendimentos de urgências e emergências cirúrgicas e referência em alta complexidade em neurologia,cardiologia e ortopedia, enquanto o Hospital Universitário terá leitos de emergência e servirá de suporte em cirurgias eletivas.

Na reunião, o representante do CRM, João Alberto, manifestou sua preocupação diante da ausência do representante da Prefeitura, argumentando que esse fato poderia prejudicar o encaminhamento de pacientes do Hospital Arlinda Marques para o Hospital do Valentina.

Segundo a promotora Maria das Graças, caso haja algum problema no referenciamento de pacientes do Arlinda Marques para os hospitais municipais, a Promotoria deverá ser imediatamente comunicada para tomar as medidas cabíveis, inclusive judiciais.

 




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

 A cidade de João Pessoa, amores de Gonzaga Rodrigues, guarda um pedaço do ontem que faz o visitante que pisa no seu chão sentir-se transportado ao passado, personagem de um... Ler mais