O delegado Miguel Lucena, exonerado do cargo de Diretor de Comunicação da Polícia Civil de Brasília por ter advertido as mulheres sobre o perigo de levarem para dentro de casa maridos desconhecidos e potenciais estupradores de suas filhas, vem recebendo a solidariedade de vários segmentos sociais de Brasília e do resto do país.
Advogados como Marcos Pires e Irapuã Sobral também prestaram solidariedade ao Delegado, que foi vítima do mau caratismo de alguns integrantes de um grupo fechado de wattsap, teve uma opinião pessoal sua divulgada ao grande público e por isso foi exonerado do cargo de Diretor de Comunicação Social.
O portal MSN Brasília fez uma pesquisa no twitter perguntando ao internauta se ele achava justa a exoneração do delegado, e mais de 60 por cento dos tuiteiros se pronunciaram contra a exoneração.
Desde cedo, canais de tvs como Globo, SBT, Record e Bandeirantes têm dado destaque ao assunto e nos noticiários fica patente que 70 por cento dos casos de estupros ocorridos em Brasília foram praticados dentro das casas das vítimas por parentes e por padrastos, numa comprovação de que o delegado estava certo quando teceu suas considerações sobre o que ele denominou de “rodízio de padrastos.”

 




Comentários realizados

  • 16/05/2017 às 23:06

    o óbvio

    É pela injustiça de uma exoneração como essa, bem como a percepção pela população de que o pensamento coletivo do país está completamente dominado por ideologias equivocadas, que impedem que se fale verdades da mais solar obviedade, que, gostemos ou não, a cada dia as intenções de voto em Jair Bolsonaro crescem galopantemente. É que, para um país que perdeu completamente a capacidade de dizer a verdade, aquele que chega e o diz em alto e bom som, independente do tom, se afigura melhor do que o que temos por aí... Deus nos defenda!

  • 16/05/2017 às 22:19

    Manoel Clementino

    Coerente, corajoso, verdadeiro! Não era de se esperar outra atitude de quem tem uma vida pautada na ética, na dignidade e no combate à criminalidade. O pensamento desse ilustre paraibano traduz uma realidade crua que a hipocrisia insiste em não querer enxergar. Neste País de faz de conta, quem fala a verdade está passível de execração. Mas as pessoas de bem e do bem se encarregam de absolver o nosso impávido princesense, que mostra aos engravatadinhos de Brasília e ao resto do Brasil, que a Paraíba pensa e fala... e fala bonito e com destemor. Aplausos para o valente irmão do Tião! Ele merece!

  • 16/05/2017 às 22:09

    christiano pereira de almeida neto

    Dizer o óbvio, falar a verdade, seguir a lei, ser honesto, são atos, hoje, muito, mas, muito perigosos para quem os pratica. Não demora muito e, ajudar idoso a atravessar à rua, ou ceder o assento para uma gestante em ônibus, será motivo de linchamento. Tipo, ‘pega, pega, olha ele ali, um honesto, um cidadão, um cortês, um sincero, pega, tasca, esfola, mata‘!!!!!!

  • 16/05/2017 às 20:37

    THIAGO ALVES

    Nem conheço o blogueiro e tampouco seu irmão, mas infelizmente o que ele falou é a realidade. Tive uma experiência na Câmara criminal do nosso tribunal e a realidade é que a maioria dos estupros de vulneráveis são praticados por pessoas de dentro de casa, muitas vezes pelos companheiros das respectivas mães. O mais doloroso é que, em alguns casos, a mãe ainda tem a coragem de defender o meliante. Portanto, mesmo sem conhecê-lo pessoalmente, externo minha solidariedade ao Sr. Miguel Lucena.

  • 16/05/2017 às 18:23

    Neide

    Eu vi no noticiário da Globo. Miguelzinho disse que não retiraria o que afirmou ! Paraibano macho !! Não abre nem para um trem ! Ê de Princesa ! É nosso !! Cabra foda !!!

  • 16/05/2017 às 17:51

    José Marcelo neto

    Tião seu irmão tá certo,as nega botam qualquer homem prá dentro de casa, junto com as filhas menores.

  • 16/05/2017 às 17:46

    José

    Parabéns ao Delegado Miguel Lucena pela coragem em falar a verdade, infelizmente, por esse e outros motivos é que estou para decidir se voto no tresloucado do Bolsonaro, para ver se põe moral nessa zorra de Brasil.

  • 16/05/2017 às 17:05

    Jr

    Esse chefe de Polícia que exonerou o delegado é acéfalo e muito vaidoso, todos enxergam o óbvio, mas o chefe não...

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

 A cidade de João Pessoa, amores de Gonzaga Rodrigues, guarda um pedaço do ontem que faz o visitante que pisa no seu chão sentir-se transportado ao passado, personagem de um... Ler mais