Por João Vicente Machado 

Mais uma vez o açodamento provoca decisões contraditórias e revela um misto de desconhecimento e egoísmo que muito nos envergonha.
Se a linha de raciocínio usada nesse caso tivesse consistência e amparo, os estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, enfim, todo Nordeste setentrional efetivamente seco e sem outra fonte de abastecimento,estaria condenado a não ter águas do São Francisco que  a obstinação de LULA e DILMA nos presenteou.
Aliás, foi essa linha de opinião egoista que conseguimos derrotar no debate travado  no início do projeto. Grupos do agro negócio da Bahia, Sergipe, Alagoas e até de Pernambuco se posicionaram contra se mobilizaram, financiaram arautos que  insistentemente :“ os estados produtores não podem mandar água para os demais estados por precisarem dela, essa obra tem um custo alto e é desnecessária. Até o então superintendente da SUDENE de então, Cássio Cunha Lima, declarou na associação comercial de Campina Grande que “ a obra seria comprometida pelo binômio custo x beneficio”.
Agora, os beneficiários de ontem, jogam na vala comum do egoísmo, todo propósito republicano de integração e até de solidariedade humana e se postam contrário ao atendimento à região mais seca do vizinho estado, atendimento esse que se fará, paradoxalmente, com a mesma água recebida do São Francisco, que passou em solo pernambucano e chegando até Monteiro.
Há alguns meses, celebrou-se euforicamente e cantou-se em verso e prosa a solidariedade do governo e do povo de Pernambuco que cedeu água da adutora dó Pajeu para o abastecimento de Princesa Isabel.
Agora, na nossa vez de sermos republicanos, gratos e solidários, Pernambuco nos pede um pouco de água do Rio Paraíba perenizado para abastecer sua região mais seca, e o Ministério Público se insurge contra. Provavelmente foi suscitado pelos mesmos que queriam a continuidade do racionamento de água em Campina Grande. Contesta a cessão da água e considera uma insanidade, tudo dentro do velho e principio egoista que diz:“ se a farinha é pouca, meu pirão primeiro”!
Voltemos urgentemente à racionalidade humanitária e republicana, pois Pernambuco pode ser contaminado por esse egoísmo doentio, se arrepender  e deixar a heróica Princesa Isabel sem água. Não é mesmo Tião Lucena?

 




Comentários realizados

  • 13/01/2018 às 21:01

    CHICO FLORENCIO

    Tião: eu postei um comentário a título da verdade histórica e vc aparentemente censurou. Abra o seu jogo antes que eu faça julgamento apressado do fato.

    Resposta de Tião

    Não tenho jogo a abrir, não censurei seu comentário, que conversa é essa?Ele está lá. Agora, se você interpreta como censura o meu questionamento, aí não posso fazer nada.

  • 12/01/2018 às 18:48

    Josenildo

    Esta nossa oposição é de uma mediocridade gigante, nem corresponder a solidariedade conseguem.

  • 12/01/2018 às 12:14

    ANTONIO BELO

    ESSA GENTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO JÁ FAZ MUITO POUCO PELO QUE É ATRIBUÍDO, AGORA SE METENDO NA POLÍTICA É UMA CAGADA GERAL.

  • 12/01/2018 às 09:28

    Aldo

    Realmente tem gente torcendo contra o nosso nordeste. E são gente da nossa terra. Já não basta terem nos tirado nossos direitos trabalhistas (fim da CLT), terceirizando tudo, batendo palmas a esse governo golpista com a gasolina ultrapassando os R$4,00 e o gás a chegar a R$100,00, querendo nos tirar a aposentadoria, fora outros desmandos. Lembrem bem deles nas eleições que estão chegando. Vão se fazer de santos e de desentendidos. Vejam com quem estão se coligando e se juntando.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias