Fodinha começou na imprensa um pouco depois de mim. E lá se vão 40 anos de estrada. Eu, ele, Chico Pinto, Agnaldo, Frutuoso, a velha guarda em peso se lembra do moído que foi e continua sendo a nossa vida de jornalista. Quando Fodinha começou na imprensa ele tinha os cabelos pretos, era magro e bebia muito. Fumava também. Como todos nós.

Nossa vida era uma boemia só. Ralávamos para conseguir o dinheiro da feira, mais ainda para pagar o aluguel da casa. O que sobrava, servia para amenizar a conta no Grande Ponto de Seu João, que quebrou de tanto vender fiado a jornalista.

Era o tempo do romantismo. A gente era um povo romântico. Trabalhávamos para ganhar pouco. E ninguém pegava toco. Tanto isso é verdade que andávamos de ônibus. Naquele tempo, o único jornalista que tinha carro era Dorgival Barbosa, porque tinha o rádio como bico, ganhava muito dinheiro vendendo jóias e relógios.

Pois, minha gente, pessoas como Wellington Farias, hoje com os cabelos brancos por conta de tantos caminhos percorridos, merece, no mínimo, respeito.

O que foi feito com Wellington foi uma molecagem. Não existe outra definição. Molecagem de quem não respeita o bom profissional e de quem, embora se apresente como magnata da comunicação, não entende de jornalismo.

Receba minha solidariedade, Fodinha. É o mínimo que posso lhe oferecer.

 




Comentários realizados

  • 06/12/2017 às 09:09

    severino de maria

    Quando no mundo cão da midia vai uma empresa de comunicação se jactancia,s propalando que tem cem milhões de expectadores e ouvintes, e isso passa como se fosse a coisa mais trivial do mundo, realmente é estarrecedor.

  • 06/12/2017 às 06:22

    NAPOLEÃO

    O que aconteceu com Welington ? Tião você só faz assanhar e não completa a matéria !! Medíocre como sempre !!

  • 05/12/2017 às 19:36

    chico de lá de trás

    O quê nos impressiona é como a grande maioria do povo brasileiro se tornaram massa de manobra desses grupos de mídias! Há anos que acontece né!

  • 05/12/2017 às 09:10

    Fred

    Ele foi demitido da Arapuan. Para se manter num grande jornal os jornalistas têm de fazer propaganda de Cássio e descer o pau em Lula, caso contrário "rua"!

  • 04/12/2017 às 20:54

    Carlos de Oliveira Sales

    O que diabos foi que fizeram com Wellington? Só vejo falar: Fizeram isso, fizeram aquilo, mas ninguém diz o que foi.

  • 04/12/2017 às 19:53

    Marcos Tadeu

    Tião fodinha em todos os aspectos é um homem e merece o reconhecimento da Paraíba, molecagem é pouco, não sei o que aconteceu, mas isso é inesplicável, realmente quem tem caráter como ele, que são poucos na imprensa paraibana não merecia esse tratamento. Conte o que aconteceu.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

 O prefeito Luciano Cartaxo precisa ter um limite, um freio. Até para o próprio bem dele, necessário se faz o seu secretário de comunicação, Heron Cid,... Ler mais