Meu amigo Clodoaldo Araújo trafegava pela Diogo Velho, aqui no centro de João Pessoa, quando foi surpreendido por esse imenso buraco no asfalto, coisa enorme, capaz de engolir não só o carro dele, mas gente, bicho e outros seres que por ali inventarem de trafegar.

Ressalte-se que o buraco fica em frente a uma repartição do Ministério Público Estadual, o que nos leva a fazer a seguinte reflexão: Se a coisa está feia assim debaixo das fuças dos promotores de justiça, como não estará lá nos cafundós da Tabaca da Burra, onde não aparece nem cabo de polícia?

 




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

 O meu tio Severino Cazuzão era tão avarento que meu pai costumava dizer que ele era mais amarrado do que orelha de freira, isso no tempo em que as freiras se vestiam da... Ler mais

 Maria Doida quer mudar de nome para se eleger deputada. Como Maria Doida já foi candidata a vereadora e aliada de Collor, sendo recebida festivamente por ele na sua posse, em... Ler mais