Os anos passam, a vida passa, a juventude passa, tudo passa na vida da gente, menos o bem querer que a gente sente pela pessoa que é a metade da gente.

Hoje eu olho o passado e lembro daquela menina de 15 anos que foi me buscar em Princesa num ano distante. Éramos jovens, a vida era eterna brincadeira, os assustados as prioridades, o amanhã coisa sem importância.

Veio o namoro, o noivado, o casamento, os filhos e, finalmente, os netos.A nossa família cresceu. Os obstáculos que se apresentaram não arrefeceram o nosso ânimo. E essa valentia toda quem tinha era ela. E dela é que vinha a coragem que enchia o meu coração de força para continuar lutando.

Os meninos casaram e foram morar nas suas casas. A nossa casa, que começou com nós dois, de repente ficou, novamente, só com nós dois. Dois casados, um indo embora a procura do seu norte e nós dois outra vez sozinhos, do jeito que começamos.

E aí vejo o quadro que via quando meus pais e os pais dela recebiam a visita fugaz dos filhos e genros nas tarde de domingo, visitas rápidas, de obrigação, que eram logo terminadas e as casas deles ficavam só com eles.

Não deveria falar dessas coisas na data de hoje, pois a data de hoje não comporta assuntos que falam de saudade e solidão. Hoje é dia de festejar, de cantar, de comer bolo, de jantar a luz de velas, de abraçar bem muito, de beijar na boca, de relembrar os sarros no portão de casa, de lembrar de novo dos suspiros de saudade que enlevavam nossos corações á cada despedida ao final da noite, e em seguida a ânsia pelo reencontro ao raiar do dia.

Hoje é o aniversário de Dona Cacilda, minha esposa,minha companheira, aquela que Deus me deu de presente e mandou que ficássemos juntos até que a morte nos separe.

Por isso valeu falar daquelas lembranças iniciais. Nós começamos juntos, só nós dois. Demos nossos frutos e os mandamos para a vida.Mas temos a alegria e o conforto de saber que juntos estaremos, para sempre, eternamente.

Te amo, Dona Cacilda!

 




Comentários realizados

  • 09/12/2017 às 07:20

    Chico & Fatima

    Um dos pensamentos mais sábio já diz: " Por traz de um grande Homem, existe uma grande Mulher"... Seus dotes de: Escritor, Jornalista, Humorista nato e Chefe de família, usados na hora e no tempo oportuno, tem a mão de Dona Cacilda. Nós da Família Pedroza somos testemunhas disto. Parabens Tião, por reconhecer de público o valor merecido de dona Cacilda. E sejam eternamente felizes, vocês se merecem...

  • 08/12/2017 às 00:55

    luciano vieira da silva.

    Estou com um nó na garganta pois a emoção toma conta do meu coração em ler tanta coisa bonita Tiao que só voce sabe expressar em relação ao aniversario de sua esposa.Dizer que Deus abençoe ela,muitos anos de vida,emfim nao tenho palavras ,um abraço desse humilde leitor do seu blog.

  • 07/12/2017 às 07:12

    walter mario gois da luz da luz

    Que Deus continue abençoando voces com toda a prole. Um abraço amigo Dona Cacilda

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

 O prefeito Luciano Cartaxo precisa ter um limite, um freio. Até para o próprio bem dele, necessário se faz o seu secretário de comunicação, Heron Cid,... Ler mais