De acordo com o delegado titular da 10ª seccional da Polícia Civil, Iasley Almeida, após uma discussão, o policial federal aposentado, identificado como Darlan Feitosa Mariz, teria se envolvido em uma discussão e atirado contra um homem de 56 anos.

Presenciando a situação, um policial civil interveio e perseguiu o suspeito, encontrando-o na sede da PF, onde teria ido buscar guarida, ainda conforme o delegado.

“Eu pessoalmente entrei em contato com o chefe da Polícia Federal em Campina Grande. Nos foi apresentado o suspeito, juntamente com a arma usada no crime, que foi apreendida”, comentou o delegado.

Darlan foi autuado pela prática de homicídio tentado e até a manhã desta segunda-feira (9) estava na carceragem da Central de Polícia Civil, aguardando audiência de custódia.

A vítima, Fernando Luiz Paes Bezerra, foi ferida por tiros no braço, perna e tórax e precisou ser conduzida ao Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde passou por uma cirurgia e estava internada em estado de saúde estável até a manhã de hoje.

A direção do Clube Campestre enviou uma nota à imprensa lamentando o ocorrido e destacando que o setor jurídico está tomando todas as providências, incluindo a exclusão do policial Darlan do quadro de sócios.(Paraibaonline)

 




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

Marcos Maivado Marinho No Nordeste, em especial, substituir nomes por apelidos é o que não falta. E a Paraíba, por isso mesmo, não foge à regra.  Ler mais

 Marcos Pires Semana passada iniciei aqui a história do amigo que comprou uma casa à beira mar em Camboinha e foi veranear pela primeira vez. Também contei como sua casa foi... Ler mais