A semana junina está começando segunda feira. Em todos os rincões do Nordeste só se fala nisso, no São João, no baião, na pamonha, na canjica,no milho assado, nos balões subindo, nos foguetões derrubando os balões e no forró miúdo que começa cedo, sem hora para terminar.

**

Não tem crise,não tem seca, não tem o diabo a quatro que suspenda essa festa que eu guardo comigo como parte das doces lembranças da minha infância sertaneja.

**

Era no São João da minha terra que os olhos do menino ficavam deslumbrados, espiando de longe as quadrilhas bem marcadas por Parajara Duarte,no baile dos Nominando e por Cicero Marrocos, nos dos Pereira, um povo que era rival e inimigo até na hora de dançar.

**

Também lembro de Padre Maia, com mais de oitenta anos, subindo e descendo as ruas, contando as fogueiras para pagar promessa que fez ao santo festeiro.

**

E os bailes chamados Bolo Doce,aqueles das pontas de rua destinados aos pés rapados que não podiam participar dos bailes dos ricos, pobres mas animados, mais animados do que os endinheirados, já que se contentavam com o fole a tocar e a voz de João de Né a imitar os sacolejos do Trio Nordestino e de Luiz Gonzaga.

**

O dançado cheirando no cangote da dama, a trouxa empinada para o lado direito para bater direto na testa da perseguida, o suor descendo, a bufa subindo pelo colete da bluza, os namoros começando,os casamentos sendo encomendados, de vez em quando uma briga, um bucho furado a faca, a polícia chegando com seus mosquetões de trinta e depois de tudo resolvido, o forró recomeçando até o dia clarear.

**

Hoje não tem mais disso não. Modernou-se. O povo fica num terreno baldio espiando os cantores postados num palco a requebrar a bunda e a mandar a massa ignara levantar as mãos e ficar balançando, para um lado e para o outro, feito um monte de idiotas.

**

Mas quem sou eu para contestar o modernismo? Deixemos os moderninhos se iludirem com essas inovações e relembremos o bem bom daqueles antanhos.E enquanto não extinguem as fogueiras, nos sentemos ao redor delas para comer milho e assumir compromissos de compadres do São João.

**

Numa dessas reuniões de fogueira tomei como comadre a famosa rapariga Lourdes Branca, de saudosa memória. Pois cumade Lourdes,depois desse compromisso, fechou o chibiu pra mim, alegando era pecado dar o priquito ao compadre.

**

E agora lá se vão meus abraços para Aécio Diniz,Shyner Asfora, Alysson Filgueiras, Francisco Medeiros, Dinalvo Carlos, Zé de Arimatéia,Vavá da Luz,Sérgio de Castro Pinto, Zé Octávio de Arruda Melo, Marcelo Weick, Luciano Pires, Paulo Mariano, Bosco de Dona Licinha, Cicero Florentino, Dedé Veras, Johnson Abrantes, Zé Alan,Marcela Gadelha, Lucas de Brito, Marcus Odilon e Douglas Lucena.

**

A mulher já tinha se casado e divorciado seis vezes, mas sempre acontecia algo estranho nos seus relacionamentos. Então, ela decidiu colocar o seguinte anúncio no jornal: procuro homens que sejam bem-dotados, não me batam e não fujam de mim."

Alguns dias depois toca a campainha.


— Quem é? — pergunta ela.


— Eu vim por causa do anúncio no jornal!


A mulher abre a porta é vê um homem sem braços e sem pernas.


— Como eu posso saber que você está qualificado? — pergunta ela, pensativa.


— Eu não tenho braços, então não posso bater em você. Eu não tenho pernas, então não posso fugir de você...


— E como eu vou saber se você é bem-dotado?


— Como você acha que eu toquei a campainha?

 




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

  1 – E haja Sâo João, e haja forró. Faz três dias que por aqui só se escuta a sanfona dando o tom da festa. Fico a imaginar como será segunda-feira,... Ler mais

1-A saudosa Lourdinha de Zé Marreta, quando se juntava comigo na roedeira por causa da namorada que partiu, costumava me consolar dizendo: “nóis sofre, mai nóis goza”.... Ler mais

 1- Caso você seja de Princesa, more em João Pessoa e esteja na Capital neste sábado, vá ao X Encontro dos Princesenses. Será no Jampa Ville, no Altiplano do... Ler mais