O carnaval de Princesa começou na sexta. O povo no meio da rua, melando, molhando e cantando, fazendo uma festa sadia, sem um pingo de violência. E daqui até terça-feira a pisada vai ser a mesma: festa no meio da rua e festa na estrela da Lagoa Dona Natália do Espírito Santo.

**

Em Bananeiras está calmo. Uma calmaria que só vendo. Espera-se uma animação para este sábado ou, quem sabe, para o domingo. Por enquanto, está aquela tranquilidade de sítio.

**

João Pessoa,depois das prévias, se recolhe ao silêncio das cidades onde brincar carnaval é um exercício de saudade. Só não vira cemitério por causa do carnaval tradição da Duarte da Silveira, que,diga-se,mantém-se vivo mais pela insistência de uns poucos heróis do que pela boa vontade das chamadas “otoridades”.

**

O caso do boyzinho Roldolpho foi bater no Conselho Nacional de Justiça. O advogado do flanelinha que atropelou um idoso e que por isso permanece preso no Róger, representou contra dois desembargadores do Tribunal de Justiça pela pressa demonstrada na concessão de ordem de habeas corpus ao playboy e pelo desprezo ao mesmo pedido formulado em favor do flanelinha.

**

Aguinaldo Ribeiro dedurado pela imprensa nacional por envolvimento na Lava Jato, brinca o seu carnaval em Campina Grande e cidades do interior, imune a saraivada de críticas despejada por Veja, por Isto É, por Folha de São Paulo e adjacências. Batem nele e ele nem liga.

**

Em Areia,fazendeiros corruptos estariam vendendo água do açude público aos proprietários de carros pipas. A Aesa já designou o incansável Pedro Freire para apurar a denúncia.

**

O PT da Paraíba prepara calorosa recepção ao presidente Temer em Monteiro, quando o chefe da nação chegar para inaugurar a transposição. Anisio Maia e Frei Anastácio estarão à frente da homenagem.

**

Bruno, do Flamengo, está solto. Só o flanelinha continua preso.

**

Rapaz, ninguém sustenta os ministros de Temer. Padilha caiu. Zé Serra adoeceu. Gedel pegou descendo. Antes dele, Jucá também foi defenestrado. Do jeito que vai, Temer não chega a dezembro.

**

Zé Maria Fontenelli tem uma denúncia cabeluda envolvendo um ex-vereador e pessoas ligadas ao setor imobiliário. Diz que estão grilando enorme área pública no litoral sul e transformando-a em loteamentos milionários.

**

E agora lá se vão meus abraços sabadais para Albierge Fernandes, Marizete Fernantes, Arnaldo da Farmácia, Marrocos Filho, Sonia Germano, Maria de Fátima Ventura, Raquel Coutinho, Cida Lobo, Cida Ramos, João Fernandes, Justina Lopes, Zéta Leite, João Costa,Zé Maria Fontenelli, Jackson Bandeira,Walter Galvão e Claudio Humberto.

**

Todo dia a bicha passava pela construção. Era o pobre do semicoflauta passar e o servente da obra gritar: - Bichona! Chibungo! Frangão! Ah... a boneca ficava uma fera e mandava o troco: - Paraíba! Saquarema! Morto de fome! Flagelado! E isto era todo dia, chibungo pra lá, flagelado pra cá. Aí, chegou o Carnaval. O fresquinho mandou fazer uma fantasia linda de baiana, toda rendada. Pintou-se, penteou-se, enfeitou-se e desceu para ir para a festa. Virou a esquina e foi passando em frente à obra. Lá estava o servente da obra. No que ele viu a baiana rebolando do outro lado, reconheceu logo quem era e abriu a boca pra gozar o pobre, percebeu que até que ela estava bonitinha. Aí encheu os peitos e gritou: - Boneca!!! Ah... ela não aguentou de emoção. Virou-se pra obra, abriu os braços e gritou, morrendo de felicidade: - Arquiteto!!!

 

 




Comentários realizados

  • 25/02/2017 às 19:50

    Sonia Germano

    Obrigada, Tião!Desejo, também, pra você e sua família, um Bom Carnaval! Com saúde, paz e felicidade! Sonia

  • 25/02/2017 às 11:34

    Angela Lima

    Encontrei no Facebook um texto publicado no Pensador Anônimo e escrito por um norte-americano após viver 3 anos no Brasil, em São Paulo. Não deixa de ser interessante! Eu que vivi tanto em São paulo como no país de origem dele, concordo com alguns pontos da visão dele. VEJAM: Norte-americano causa polêmica ao criar lista explicando porque odiou o Brasil.///Um homem estado-unidense que morou 3 anos em São Paulo publicou uma lista em seu blog com os motivos pelos quais odiou o Brasil depois que voltou para os Estados Unidos. Talvez, tenha se tratado apenas de um choque de culturas, com as qual ele não conseguiu lidar muito bem. Mas é inegável que essa história pode ter contribuído para alimentar uma visão bastante negativa do nosso país, que já é bastante estereotipado nos países estrangeiros. Veja a lista publicada pelo norte-americano e entenda porque ela causou tanta polêmica: 1 – Os brasileiros não têm consideração com as pessoas fora do seu círculo de amizades e muitas vezes são simplesmente rudes. Por exemplo, um vizinho que toca música alta durante toda a noite… E mesmo se você vá pedir-lhe educadamente para abaixar o volume, ele diz-lhe para você ir se fu… E educação básica? Um simples “desculpe-me”, quando alguém esbarra com tudo em você na rua simplesmente não existe. 2 – Os brasileiros são agressivos e oportunistas, e, geralmente, à custa de outras pessoas. É como um “instinto de sobrevivência” em alta velocidade, o tempo todo. O melhor exemplo é o transporte público. Se eles veem uma maneira de passar por você e furar a fila, eles o farão, mesmo que isso signifique quase matá-lo, e mesmo se eles não estiverem com pressa. Então, por que eles fazem isso? É só porque eles podem, porque eles veem a oportunidade, por que eles querem ganhar vantagem em tudo. Eles sentem que precisam sempre de tomar tudo o que podem, sempre que possível, independentemente de quem é prejudicado como resultado. 3 -Os brasileiros não têm respeito por seu ambiente. Eles despejam grandes cargas de lixo em qualquer lugar e em todos os lugares, e o lixo é inacreditável. As ruas são muito sujas. Os recursos naturais abundantes, como são, estão sendo desperdiçados em uma velocidade surpreendente, com pouco ou nenhum recurso. 4 -Brasileiros toleram uma quantidade incrível de corrupção nos negócios e governo. Enquanto todos os governos têm funcionários corruptos, é mais comum e desenfreado no Brasil do que na maioria dos outros países, e ainda assim a população continua a reeleger as mesmas pessoas. 5 – As mulheres brasileiras são excessivamente obcecadas com seus corpos e são muito críticas (e competitivas com) as outras. 6.Os brasileiros, principalmente os homens, são altamente propensos a casos extraconjugais. A menos que o homem nunca saia de casa, as chances de que ele tenha uma amante são enormes. 7 – Os brasileiros são muito expressivos de suas opiniões negativas a respeito de outras pessoas, com total desrespeito sobre a possibilidade de ferir os sentimentos de alguém. 8 – Brasileiros, especialmente as pessoas que realizam serviços, são geralmente malandras, preguiçosas e quase sempre atrasadas. 9 – Os brasileiros têm um sistema de classes muito proeminente. Os ricos têm um senso de direito que está além do imaginável. Eles acham que as regras não se aplicam a eles, que eles estão acima do sistema, e são muito arrogantes e insensíveis, especialmente com o próximo. 10 – Brasileiros constantemente interrompem o outro para poder falar. Tentar ter uma conversa é como uma competição para ser ouvido; uma competição de gritos. 11 – A polícia brasileira é essencialmente inexistente quando se trata de fazer cumprir as leis para proteger a população, como fazer cumprir as leis de trânsito, encontrar e prender os ladrões, etc. Existem Leis, mas ninguém as aplica, o sistema judicial é uma piada e não há normalmente nenhum recurso para o cidadão que é roubado, enganado ou prejudicado. As pessoas vivem com medo e constroem muros em torno de suas casas ou pagam taxas elevadas para viver em comunidades fechadas. 12 – Os brasileiros fazem tudo inconveniente e difícil. Nada é simplificado ou concebido com a conveniência do cliente em mente, e os brasileiros têm uma alta tolerância para níveis surpreendentes de burocracia desnecessária e redundante. Brasileiros pagam impostos altos e taxas de importação que fazem tudo, especialmente produtos para o lar, eletrônicos e carros, incrivelmente caros. E para os empresários, seguindo as regras e pagando todos os seus impostos faz com que seja quase impossível de ser rentável. Como resultado, a corrupção e subornos em empresas e governo são comuns. 13 – Está quente como o inferno durante nove meses do ano, e ar condicionado nas casas não existe aqui, porque as casas não são construídas para ser hermeticamente isoladas ou incluir dutos de ar. 14 – A comida pode ser mais fresca, menos processada e, geralmente, mais saudável do que o alimento americano ou europeu, mas é sem graça, repetitivo e muito inconveniente. Alimentos processados, congelados ou prontos no supermercado são poucos, caros e geralmente terríveis. 15 – Os brasileiros são super sociais e raramente passam algum tempo sozinhos, especialmente nas refeições e fins de semana. Isso não é necessariamente uma má qualidade, mas, pessoalmente, eu odeio isso porque eu gosto do meu espaço e privacidade, mas a expectativa cultural é que você vai assistir (ou pior, convidar amigos e família) para cada refeição e você é criticado por não se comportar “normalmente” se você optar por ficar sozinho. 16 – Brasileiros ficam muito perto, emocionalmente e geograficamente, de suas famílias de origem durante toda a vida. Como no #16, isso não é necessariamente uma má qualidade, mas pessoalmente eu odeio porque me deixa desconfortável e afeta meu casamento. Adultos brasileiros nunca “cortam o cordão” emocional e sua família de origem (especialmente as mães) continuam a se envolvido em suas vidas diariamente, nos problemas, decisões, atividades, etc. Como você pode imaginar, este é um item difícil para o cônjuge de outra cultura onde geralmente vivemos em famílias nucleares e temos uma dinâmica diferente com as nossas famílias de origem. 17 – Eletricidade e serviços de internet são absurdamente caros e ruins. 18 – A qualidade da água é questionável. Os brasileiros bebem, mas não morrem, com certeza, mas com base na total falta de aplicação de leis e a abundância de corrupção, eu não confio no governo que diz que é totalmente seguro e não vai te fazer mal ao longo prazo. 19 – E, finalmente, os brasileiros só tem um tipo de cerveja (aguada) e realmente é uma porcaria, e claro, cervejas importadas são extremamente caras. 20 – A maioria dos motoristas de ônibus dirige como se eles estivessem tentando quebrar o ônibus e todos dentro dele. 21 – Calçadas no meu bairro são cobertos com urina e cocô de cães que latem dia e noite. 22 – Engarrafamentos de Três horas e meia toda vez que chove. 23 – Raramente as coisas são feitas corretamente da primeira vez. Você tem que voltar para o banco, consulado, escritório, mandar e-mail ou telefonar 2-10 vezes para as pessoas a fazerem o seu trabalho. 24 – Qualidade do ar muito ruim. O ar muitas vezes cheira a plástico queimado. 25 – Ir a Shoppings e restaurantes são as principais atividades. Não há nada pra fazer se você não gastar. Há um parque principal e está horrivelmente lotado. 26 – O acabamento das casas é péssimo. Janelas, portas , dobradiças , tubos, energia elétrica, calçadas, são todos construídos com o menor esforço possível. 27 – Árvores, postes, telefones, plantas e caixas de lixo são colocados no centro das calçadas, tornando-as intransitáveis. 28 – Você paga o triplo para os produtos que vão quebrar dentro de 1-2 anos, talvez. 29 – Os brasileiros amam estar bem no seu caminho. Eles não dão espaço para você passar. 30 – A melhor maneira de inspirar ódio no Brasil? Educadamente recusar-se a comer alimentos oferecidos a você. Não importa o quão válida é a sua razão, este é considerado um pecado imperdoável aos olhos dos brasileiros e eles vão continuar agressivamente incomodando você para comê-lo. 31 – As pessoas vão apertar e empurrar você sem pedir desculpas. No transporte público você vai tão apertado que você é incapaz de mover qualquer coisa, além da sua cabeça. 32 – O Brasil é um país de 3° mundo com preços ridiculamente inflacionados para itens de qualidade. Para se ter uma ideia, São Paulo é classificada como a 10ª cidade mais cara do mundo. (New York é a 32ª). 33 – A infidelidade galopante. Este não é apenas um estereótipo, tanto quanto eu gostaria que fosse. Homens na sociedade brasileira são condicionados a acreditar que eles são mais ”viris” por saírem com várias mulheres. 34 – Zero respeito aos pedestres. Sim, eles não param para você passar. Na melhor das hipóteses, eles vão buzinar. 35 – Quando calçadas estão em construção espera-se que você ande na rua. Alguns motoristas se recusam a fazer o menor desvio a sua presença, acelerando a poucos centímetros de você, mesmo quando a pista ao lado está livre. 36 – Nem pense em dizer a alguém quando você estiver viajando para o EUA. Todo mundo vai pedir para você trazer iPods, X-Box, laptops, roupas, itens de mercearia, etc. em sua mala, porque eles são muito caros ou não disponíveis no Brasil. 37 – A menos que você goste muito de futebol ou reality shows (ou seja, do Big Brother), não há nada muito que conversar com os brasileiros em geral. Você pode aprender fluentemente Português, mas no final, a conversa fica muito limitada, muito rapidamente. 38 – Tudo é construído para carros e motoristas, mesmo os carros sendo 3x o preço de qualquer outro país. Os ônibus intermunicipais de luxo são eficientes, mas o transporte público é inconveniente, caro e desconfortável para andar. Consequentemente, o tráfego em São Paulo e Rio é hoje considerado um dos piores da Terra (SP, possivelmente, o pior). Mesmo ao meio-dia podem ter engarrafamentos enormes que torna impossível você andar mesmo em um pequeno trajeto limitado, a menos que você tenha uma motocicleta. 39 – Todas as cidades brasileiras (com exceção talvez do Rio e o antigo bairro do Pelourinho em Salvador) são feias, cheias de concreto, hipermodernas e desprovidas de arquitetura, árvores ou charme. A maioria é monótona e completamente idêntica na aparência. Qualquer história colonial ou bela mansão antiga é rapidamente demolida para dar lugar a um estacionamento ou um shopping center.

  • 25/02/2017 às 09:27

    Angela Lima

    E no país do carnaval, nada parece mesmo ser sério! Depois de tantas manchetes e notícias dos últimos dois dias; doença do Serra, doença do Padilha, o Yunes se declara mula do dinheiro para comprar 140 deputados, Cunha chega ao Ministério da justiça via Osmar Serraglio, rejeição a Temer chega a 78%....., UFA! A matéria do Miola, hoje no 247, corta rapidinho o efeito de qualquer ressaca./// JEFERSON MIOLA, no 247./// Além de Padilha e Temer, denúncia de Yunes compromete Moro. *** O depoimento que José Yunes prestou ao MP assumindo-se como simples "mula" para transportar os R$ 4 milhões da propina da Odebrecht destinada a Eliseu Padilha, é demolidor para o governo golpista. A denúncia do amigo de mais de meio século do Michel Temer põe luz sobre acontecimentos relevantes da história do golpe, e pode indicar que os componentes do plano golpista foram estruturados em pleno curso da eleição presidencial de 2014: 1. a Odebrecht atendeu o pedido do Temer, dos R$ 10 milhões [os R$ 4 milhões ao Padilha são parte deste montante] operados através de Lucio Funaro, ainda durante o período eleitoral de 2014; 2. mesmo sendo o candidato a vice-presidente da Dilma, na campanha Temer trabalhava pelo esquema do Eduardo Cunha [que na eleição apoiou Aécio Neves, e não a chapa do seu partido, o PMDB], que tinha como meta eleger uma grande bancada de deputados oposicionistas ao governo Dilma; 2. a organização criminosa financiou com o esquema de corrupção a campanha de 140 deputados para garantir a eleição de Eduardo Cunha à Presidência da Câmara; 3. Lúcio Funaro, tido até então exclusivamente como o "operador do Eduardo Cunha", na realidade também atuava a mando de Eliseu Padilha e, tudo indica, de Michel Temer - José Yunes diz que Temer sabia tudo sobre o serviço de "mula" que Padilha lhe encomendara; 4. em janeiro/fevereiro de 2015, na disputa para a presidência da Câmara, embora em público Temer dissimulasse uma posição de "neutralidade", nos subterrâneos trabalhou pela eleição do Cunha; 5. mesmo sendo vice-presidente da Presidente Dilma, o conspirador conhecia o plano golpista desde sempre, e participou desde o início da conspiração para derrubá-la. O primeiro passo, como se comprovou, seria dado com a vitória do Eduardo Cunha à presidência da Câmara para desestabilizar o ambiente político, implodir os projetos de interesse do governo no Congresso e incendiar o país. A denúncia de Yunes reabre o questionamento sobre a decisão no mínimo estranha, para não dizer obscura e suspeita, do juiz Sergio Moro. Em despacho de 28/11/2016, Moro anulou por considerar "impertinentes" as perguntas sobre José Yunes que o presidiário Cunha endereçou a Temer, arrolado como sua testemunha de defesa. Moro tem agora a obrigação de prestar esclarecimentos mais convincentes e objetivos que o argumento subjetivo de "impertinência", alegado no despacho. Caso contrário, ficará a suspeita de ter prevaricado para proteger Temer e encobrir o esquema criminoso que derrubaria o governo golpista. Afinal, sabendo do envolvimento direto de Michel Temer no esquema criminoso, Moro teria agido para ocultar o fato? A cada dia fica mais claro que o Brasil está dominado pela cleptocacia que assaltou o poder de Estado com o golpe. O melhor que Temer faria ao país seria demitir toda a corja corrupta – a começar pelo Eliseu Padilha – e renunciar, porque perdeu totalmente a confiança política e a credibilidade. A permanência ilegítima de Temer na cadeira presidencial é um obstáculo instransponível à recuperação do Brasil, que assim seguirá o caminho acelerado do abismo. (Fonte: 247)

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

1 – Vou deixar de lado o rame rame. Hoje é sábado, dia de descontrair. Até o senador Maranhão, sisudo e circunspecto, passou a semana fazendo festa de... Ler mais

Começo hoje pelos abraços e faço isso porque na coluna de hoje só vai ter amenidades.As tensões deixei-as lá nas Capitá e pretendo não... Ler mais

1 – Novidades no 3404, aquele inquérito que apura o caso do dinheiro voador, o famoso dinheiro que voou pela janela do Edifício Concorde em 2006 e que tem como indiciado o hoje... Ler mais