1 – Leio aqui: João Pessoa com praias impróprias para o banho. Trocando em miúdos, as nossas praias,apesar de belas, estão sujas. Dia desses uma banhista gritou dizendo que estava sendo perseguida por um tubarão, os bombeiros correram atrás e depois de muitas braçadas, descobriu-se que o tubarão era um tolête.

2 – Todo mundo sabe, mas não custa repetir: o comandante político do esquema governista na região de Princesa Isabel (que vai de Manaíra a Imaculada) atende pelo nome de Ricardo Pereira. O resto é coadjuvante.

3 – A gente pensa que tem baixaria por aqui, mas pras bandas de lá é que tem mesmo. Viram Diogo Mainardi, o intelectual, mandar o outro intelectual, Reinaldo Azevedo, tomar na bunda? O pior é que ele vai terminar obedecendo.

4 – Vejo o DNOCS informar que vai investir 27 milhões na recuperação de barragens na Paraíba, mas não destina um real para o Jatobá de Princesa, hoje assoreado, invadido e abandonado. Eita povo desumano, esse povo do DNOCS. Falar nisso, você sabe o que quer dizer a sigla DNOCS?Pois eu sei: Deus Não Olha Cassaco Sofrer.

5 – O prefeito Douglas Lucena divulgou as atrações do São João de Bananeiras: Dia 21, abertura com teatro e apresentação da peça “A Quizila de Maria”, sendo que na Casa de Reboco se apresentação Leniro e Keoma e Tamborete de Forró; dia 22, na praça pública, Geraldinho Lins,Cambinho do Acordeón, Jeito Nordestino e Os Fulanos, enquanto na Casa de Reboco estarão Roberto Araújo e Mestre Macambira; dia 23, Maike José, Nordestinos do Forró, Adriano José e As Nordestinas e no dia 24, Maciel Melo,Curió e Forró Caboclo, Forró de Cabo a Rabo e Forró Caçuá.

6 – Como se viu aí em riba, tudo forró pé de serra, coisa da gente, com cheiro de terra molhada, com gosto de pamonha, bem ao estilo nordestino, povão, paraibano da gema, sertanejo com orgulho e brejeiro arretado.

7 – Bateu saudade de um bode guisado, de um mocotó de boi, de uma maxixada, de uma umbuzada, de um arroz do Piancó com queijo de coalho,de uma rabada com macaxeira, de uma galinha de capoeira com feijão verde, de uma quiabada ao leite de vaca, de uma curimatã ovada, de um peba na pimenta, de uma buchada de bode, de um pirão de tutano, de um mangunzá sertanejo e de um pão doce com caldo de cana.

8 – O trânsito em João Pessoa anda mais engarrafado do que nunca. É um moído você trafegar por aqui.E o que tem de motorista nervoso, buzinando, chamando nome feio e mandando o vizinho se lascar, não está no gibi. Por isso o meu sonho é, após a aposentadoria, voltar para o interior, para o meu chão antigo.

9 – Aldo Lopes também pensa assim. Tanto pensa que construiu sua mansão no topo da Serra dos Bernardinos, a uma altura de quase dois mil metros, de onde espia o mundo e se deleita com aquele frio de brisa que só existe por lá, é desfrute exclusivo daquelas bandas.

10 – Amanhã é o dia das mães.Dia de festa para quem tem mãe viva, dia de saudade para quem já não tem.E de remorsos para os que não souberam valorizara mãe em vida. Mas também será dia de omissões para os safados que, depois de criados, jogaram suas mães nos asilos da vida.

11 – E agora os meus abraços para Zé Carlos de Yara, Aguinaldo de Naná, Gonzaga Rodrigues de Dona Edite, Chico Pinto de Rita, Bibiu de Nélia, Miguezim de Zezé, Veronese de Socorro, Marçalzinho de Ilma, Vavá de Lia, Geordito de Vanderléia, Fred de Jaksidália, Ricardo Ramalho de Marcileide, Chianca de Luciana, Ramalho de Marta, Marcos Marques de Dora, Marcondes de Adriana, Flavão de Neci, Luiz de Tânia e Ricardo de Dora.

12 – No sertão, naqueles ontens, quando uma moça era desvirginada, usava-se a expressão “passou por cima”. Arsênio Abrantes, um dos ancestrais de Johnsim e de Zé Alan, chegando à casa da sua irmã que era conhecida por Maxixe, foi logo contando:
-Maxixe, o tratorista de Dr. Augusto “passou por cima” da filha de Moisés Preto!”
-E matou, meu irmão?- perguntou Maxixe.
-Matar, não matou não, minha irmã, mas deixou um “rombo” deste tamanho.”

 




Comentários realizados

  • 14/05/2017 às 00:54

    H. Romeu Pinto

    E para piorar o transito tem essa infestação de transportes ilegais - alternativo é a pqp! Os caras não respeitam o transito, andam com carros velhos e irregulares, param em qualquer lugar e andam devagar quase parando para olhar passageiro nos pontos de onibus, deixando assim o transito cheio de engarrafamento. É o que mais tem em Bayeux e Santa Rita, é uma praga em quem vai em Tibiri. Alem de tudo, tem uns que são bandidos mesmo. Agora de quem é a competência pra fiscalizar? As prefeituras, o DER? E porque não fiscalizar? Para andar na linha eu tenho de pagar IPVA, seguro obrigatorio e outros impostos...e porque esses caras também não? É o famoso jeitinho brasileiro...quero ver uma autoridade porreta para fiscalizar e tirar das ruas esses caras.

  • 13/05/2017 às 13:03

    Aurea Cristina Barros

    Bonitão, quando eu for a João Pessoa levo-te o arroz vermelho e o queijo de coalho!!!

    Resposta de Tião

    Eita!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

1 – É incrível como muda o discurso de certos homens públicos.Não faz muito tempo, os oradores de hoje exultavam por terem cassado o mandato do senador... Ler mais

  1 – O senador José Maranhão tem muitos quilômetros de estrada no lombo.Ele nunca diz o que quer dizer, fala por metáforas. Mas a metáfora dele é... Ler mais

1 – Estou lendo o delicioso “A Noite do Meu Bem”, de Ruy Castro. Gostoso, saboroso, delicioso. No livro, Ruy disseca a vida carioca desde o século 19 até os dias... Ler mais