Jota Junior foi prefeito de Bayeux por dois mandatos. Antes de morrer, manifestou o desejo de ser enterrado na cidade que tão bem o acolheu. Seu enterro foi emocionante, muita gente chorou. Mas houve quem não sentisse, ou melhor dizendo, quem foi ao enterro se divertir, tirar fotos, fazer média.

Caso o leitor pergunte quem foi essa figura, eu respondo dizendo que foi o prefeito de Bayeux, Berg Lima. Ele e os auxiliares foram flagrados fazendo selfs e exibindo largos sorrisos durante a caminhada até o cemitério. O povo lá longe chorava e o prefeito com os seus auxiliares festejava. Coisa triste, constrangedora e que deve ter magoado profundamente a família do inditoso comunicador.

Não preciso dizer mais nada. Peço apenas que você, cuidadoso leitor, veja as imagens. Elas falam mais do que qualquer palavra.

 

 




Comentários realizados

  • 27/04/2017 às 11:32

    marcelo herculano

    quero ver quantos vão no enterro desse fi de rapariga. Respeito ao Jota Júnior.

  • 27/04/2017 às 10:52

    Garibaldo

    Tião, que frescura da porra.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias