Flávio Luciano Nascimento Borges, servidor da Secretaria de Obras da Prefeitura de Campina Grande, apontado como um dos principais líderes da organização desarticulada pela Polícia, denominada de ‘Operação Gabarito’, foi nomeado pelo prefeito Romero Rodrigues em pleno período da campana eleitoral de 2016. 

O mais grave também e que vem repercutindo negativamente nas redes sociais, é que Flávio, mesmo nomeado pela PMCG, acumulava a função de cabo da Polícia Militar de Alagoas, também através de outro certame concurso. 

Muitos internautas perguntam, pelo facebook, principalmente, como um servidor da Prefeitura não dava expediente na Secretarias de Obras, onde era ela lotado, e ninguém nunca cobrou nada dele sobre sua permanência no local de trabalho? 

Diante da prisão do Flávio e do seu irmão Vicente Fabrício, muitas perguntas ficam no ar, principalmente em relação à seriedade do concurso que aprovou Flávio, feito em 2014. Você pode ver conferir o cargo de Flávio através do link:

https://sagres.tce.pb.gov.br/pessoal04.php?ugestora=201050&dt_mes=12&de_mes=Dezembro&dt_ano=2016&tipo_cargo=1&cargo=00000025 

Será que um dos líderes da maior quadrilha fraudadora de concursos do Brasil, teria passado honestamente num dos únicos concursos promovidos por Romero???  

Outro questionamento é: o que fazia um servidor da PMCG aprovado em um dos únicos concursos promovidos por Romero em um Condomínio de Luxo em João Pessoa, em pleno dia de trabalho, que deveria estar batendo ponto na PMCG? Houve conveniência da PMCG?

 




Comentários realizados

  • 11/05/2017 às 10:35

    Hélio

    Não é por nada não, mas querer associar essas fraudes em concursos a políticos é "forçar a barra". Houveram concurso estaduais fraudados na gestão do seu digníssimo governador Ricardo Coutinho, Tião Lucena, seria justo dizer que o governador é partícipe desse esquema? Abandone esse jornalismo antigo, caro Tião Lucena, que troca a divulgação de informação pelo ataque político, para defender interesses de certos grupos. Procure outros erros para criticar o prefeito Romero Rodrigues, não fantasie não. Nem sou do psdb, nem de Campina Grande e nem advogado de Romero, antes que alguém sugira isso.

    Resposta de Tião

    Não critiquei o prefeito.Apenas disse que o rapaz fraudador, cabo em Alagoas, foi nomeado para a Prefeitura. É um fato.

  • 10/05/2017 às 15:30

    Irton

    Exoneração e cadeia.

  • 10/05/2017 às 09:24

    José Jackson, Serra Branca - PB

    A tucanada campinense é doida para encontrar um escândalo desse na gestão de Ricardo. Porém, apesar da insistência, nunca veio à tona nada. Cadê Renato Gadelha, o baluarte da moralidade?

  • 09/05/2017 às 23:04

    Diassis

    Bota todos na cadeia e devolve as vagas para quem rala horas e horas estudando para os concursos.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*

Outras Notícias

 O meu tio Severino Cazuzão era tão avarento que meu pai costumava dizer que ele era mais amarrado do que orelha de freira, isso no tempo em que as freiras se vestiam da... Ler mais

 Maria Doida quer mudar de nome para se eleger deputada. Como Maria Doida já foi candidata a vereadora e aliada de Collor, sendo recebida festivamente por ele na sua posse, em... Ler mais