Porque hoje é sábado

1 – Eu às vezes tenho raiva porque nasci lá pra trás, nos antigamentes e não estou no grupo de rapazes e moças que caem na gandaia carnavalesca beijando, apalpando e até mesmo coisando sem cerimônia e sem compromissos. Porque nos carnavais de hoje a coisa está muito ótima demais, liberou geral. Tem até médico dando conselho, orientando, dizendo que os beijadores tenham cuidado para não pegar doença do figo!

2 – No tempo de nóis era bom, gostoso, mas o cabra tinha um certo trabalho pra conseguir emplacar uma namorada. E o namoro de carnaval durava pelo menos quatro dias. Nos de hoje, nem namoro existe, é um pegar e largar da bixiga. Por isso que tem moça que volta pra casa totalmente avariada, sem poder mijar ou sentar de frente.

3 – Até no interior a coisa modificou-se. No meu tempo, os blocos desfilavam, havia o entrudo, meninos e moços molhando uns aos outros, jogando talco nas pessoas e se fantasiando de caretas.À noite os bailes aconteciam nos clubes, Manoel Marrocos dava show no saxofone, Bixota de Maria Antonia solava Vassourinhas no seu trombone de pistos e os passistas invadiam os salões com suas fantasias coloridas, jogando confetes para o alto e cantando Máscara Negra.

4- Agora fica todo mundo postado na praça escutando Wesley Safadão, Anita e Zezé de Camargo cantando toadas sem sabor, muitos deles enchendo o quengo de cana para soltar a franga ou então agarrar a franga mais próxima para fazer aquilo.

5 – Mas que ficou fácil, ficou. Não carece de conversa, de lábia, de promessas doces ou de rapaduras saigadas. Basta encostar, agarrar e que Deus seja louvado. Ficou tão fácil que tem nêgo que beija, apalpa, agarra, esfrega e não sente nem uma coceirinha na beirada do ovo.

6 – Mas deixemos para lá, a mocidade gosta e ao velho só cabe reclamar com inveja, porque nos tempos de agora ele só tem direito a bater na testa da perseguida e lamentar, gritando: “Já fui bom nisso!”

7 – Está havendo um encontro religioso em Campina, o tradicional Encontro da Consciência Cristã. Ontem, na abertura, o pastor convidou  para o palco o prefeito, a primeira dama, o deputado Romulo Gouveia, a deputada Daniela Ribeiro e o senador Cássio Cunha Lima. Aí eu pergunto: Por que não chamou também o deputado Veneziano, o deputado Wellington Roberto, o deputado Damião Feliciano e a vice-governadora Ligia? Afinal, eles também são campinenses e estavam na plateia.

8 – Ou seja, o encontro passou a ser chamado de Encontro da Consciência Cristã Cunha Lima e Similares.

10 – Bem que poderiam prestar um tributo a Cabral Batista nesse carnaval tradição que se apresenta, a partir de hoje, na Duarte da Silveira. Cabral é o responsável pela sobrevivência desse carnaval de tribos, de clubes e de escolas de samba. Ele e Cardivando de Oliveira. Mas como Cardivando ainda está vivo, que se homenageie aquele que já não habita mais o solo terrestre e que, quando vivo, foi um grande carnavalesco.

11 – E agora lá se vão meus abraços sabadais para Nilvan Ferreira, Washington Luiz, Claudiano Honorato,, Sales Dantas, Lenildo Morais, Edmilson Pereira, Wagner Marques, Eduardo Rabelo, Abrantes Júnior, Bosco Medeiros,, Everaldo Nunes, Everaldo Maia, Humberto Alexandre, José Lacerda Brasileiro, Jorinho Toscano, Ana Traçai e Chico de Mourão.

12 – O agente fiscal aposentado Mundinho de Nezinho viajava no seu carro de Cajazeiras para Sousa quando avistou três belas morenas na beira da estrada, pedindo carona. Parou o carro, convidou-as a entrar e saíram conversando. Em certo momento perguntou se elas conheciam Seu Rosil Camilo. Ao ouvir o sim das moças, não contou conversa:

-Pois tratem de ir baixando as calças agora mesmo, porque só quem conhece Seu Rosil é rapariga.

4 Comentário On Porque hoje é sábado

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles