Será Ricardo Barbosa o ingrato que os Cunha Lima juram que ele é?

Embora tenha devotado os melhores anos da sua vida aos Cunha Lima, Ricardo Barbosa só deixou de ser suplente depois de se aliar a Ricardo Coutinho.

Antes disso, não passava de um reserva, de um apêndice, de um instrumento usado pelo grupo.

Claro, foi secretário dos Cunha Lima.

Porém continuou suplente.

Até que Ricardo Coutinho lhe deu régua, compasso e voz.

Era o que Barbosa esperava para crescer.

Ele tinha competência, mas seus falsos amigos só conheciam o seu lado servil.

Até que Ricardo Coutinho fez dele gente.

E graças a Ricardo Coutinho, Ricardo Barbosa abandonou o time reserva e se tornou titular.

Ocorre que Ricardo Barbosa, ao que parece, não conhece o que é gratidão.

De bucho cheio, esquece o passado e só pensa no futuro.

E no seu futuro não habita o seu benfeitor Ricardo Coutinho.

Tanto não habita que ele, o antigo e quase eterno suplente, agora tornado titular, aponta sua espingarda para o homem que o tirou da sombra.

No episódio de hoje, na Assembléia, Ricardo Barbosa não desrespeitou o presidente do seu Poder, Gervásio Maia.

Ao falar da suposta suposta e injusta “submissão ao Governo”, o ex-campinense faltou com respeito a Ricardo Coutinho.

O Ricardo Coutinho que fez dele gente.

11 Comentário On Será Ricardo Barbosa o ingrato que os Cunha Lima juram que ele é?

  • Tião, explique melhor o que aconteceu e pare de falar através de parábolas. Seja direto no assunto. Quando se escreve, deve-se ser claro para alcançar o grande público leitor e seguidor do seu blog. Mas, você prefere o rami rami, o chove mas não molha.

  • É sempre assim Tião, todos eles que tiveram Luz graças a RC o trairam e caíram no ostracismo.
    Quem viver verá .

  • Esse destemperado deputado nunca me enganou. Ele está com saudades da escuridão que caminhava.

  • Cuidado é final de ano e Barbosa não alisa, na duvida, pergunte a PS.

  • Este blog cada vez mais serviçal do governador Ricardo Coutinho fico pensativo porque o nobre jornalista não precisa disso porque construir a sua história e agora esta mesma história está indo ralo abaixo em detrimento da sua paixão pelo governador exemplo quem for contra o Ricardo Coutinho é contra o tião lucena isso é fato já que ninguém tem o direito de ser contraditório ao governo do estado que logo é taxado de ingrato e outros adjetivos vivemos em uma democracia quando é livre o pensamento e já dizia o grande poeta Ponte Preta “toda unanimidade é burra”

  • Gratidão é um sentimento muito nobre, mas desconhecido por muitos. Por isso devemos ajudar sem esperar nada em troca , aquele que reconhece já é de bom alvitre. E no meio politico isso é corriqueiro, infelizmente. E Ricardo é desse meio.

  • Tem que ser subserviente, não pode expressar o que pensa, tem que consultar o alcaide para poder externar o que pensa. Gratidão não é pensar diferente, é liberdade de contestar.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

Mais comentadas