Não pode, mas pode

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu regulamentar o pagamento do polêmico auxílio-moradia para casos específicos, de acordo com informações de Mariana Oliveira e Rosanne D’Agostino, do G1. Luiz Fux, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), havia revogado o benefício de todos os integrantes de Judiciário, Ministério Público, defensorias públicas e tribunais de contas.

Na decisão, o ministro deliberou que o CNJ e a Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentem o benefício em casos especiais, como em situações em que juízes e procuradores se mudem de cidade ou de estado.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles