PORQUE HOJE É SÁBADO

1 – Três suplentes disputam o direito de substituir Eduardo Carneiro na Câmara municipal: Carlão do Cristo, Marcílio Ferreira e Helena Holanda. O peitinho é bom e todo mundo que segurar no bico do bichinho. O assunto está sendo decidido na justiça.

2 – Por que o empenho da Prefeitura em manter o aumento das passagens? Se a justiça decidiu suspende-lo, caberia a Prefeitura acatar a ordem judicial. Mas não, editou-se um novo decreto e o aumento voltou. Volto a perguntar: Por que esse empenho todo?

3 – Amigos e amigas, fui andar no centro da cidade de João Pessoa ontem e não consegui. Ninguém anda, nem espremido consegue. As calçadas estão tomadas de camelôs de uma ponta a outra. E no antigo Ponto de Cem Réis, cachaceiros e putas bêbadas ficam deitados no chão, na maior putaria.

4- De hoje a oito, ou seja, no próximo sábado, o lançamento do meu livro em Bananeiras terá uma paisagem campestre a lhe enfeitar o cenário. Acontecerá na Gruta de Antonio Luzia, na Chã do Lindolfo, zona rural de Bananeiras, com direito a galinha de capoeira e outra “dilícias” da terra. A partir das 11 horas.

5 – Imagine se Rodrigo Maia tiver razão e seja aprovado um pacote obrigando todos nós a trabalharmos até os 80 anos. Na repartição haverá o porta bengalas logo na entrada e lá dentro, uma sinfonia de gritos e murmúrios,cada um xingando o outro por ter esquecido onde deixou  a prancheta, o lápis, os óculos, o lenço de assoar nariz, a dentadura que ficou guardada no copo de vidro e o remédio que é pra tomar de hora em hora.

6 – Vavá da Luz tem razão: O Parque das Itacoatiaras é uma maravilha que merece ser olhada com redobrado carinho pelos  que fazem o turismo da terrinha. E divulga-lo ao extremo é uma obrigação de todos.

7 – Pronto, com o apoio declarado de Durval Ferreira, Vitor Hugo pode se considerar eleito prefeito de Cabedelo.

8 – Auditores da Receita descobriram umas coisinhas pouco recomendáveis sobre o ministro Gilmar Mendes. Pois agora vão ser investigados, talvez punidos, provavelmente demitidos. Ministro do Supremo não peca, não erra, não faz coisa feia. E zefini.

9 – Diocese proíbe abuso sexual por decreto. É vivendo e aprendendo. Os padres agora não pecarão mais, não comerão mais os coroinhas e nunca mais serão comidos. E pensar que os tarados de plantão poderiam ser contidos com uma medida tão simplória.

10 – E agora, sem poder comer cuscuz com bode ou rabada? A doutora nutricionista disse que eu só posso comer aquele queijo sem gosto, duas batatas doces no almoço e um copo de alguma coisa com uma fruta na janta. Deve ser por isso que, de uns tempo pra cá, nem bufar eu bufo mais.

11 – E os abraços de hoje vão pra Ricardo Vieira Coutinho, Maria de Fátima Ventura, Nonato Bandeira, Célio Alves, Roseana Meira, Marcelo Weick, Daniel Gaucho, Herbert Fitipaldi, Mário Gomes Filho, Diego Lima, Francisco Ferreira, Lela e Sandra Coutinho, Ricardo Pereira do Nascimento, Nininha Lucena, Sandra Marrocos, Cida Ramos, Hervásio Bezerra e Jeová Campos.

12 – Antonio Boca de Bacia, candidato a vereador em Cajazeiras, recebeu a visita de um eleitor que, mesmo antes de dar bom dia, foi logo pedindo:

-Seu Antonio, me arranje um dinheirinho pra eu interá o leite dos minino!

Aí Antonio, sem pensar duas vezes, sugeriu:

-Intére com água.”

 

4 Comentário On PORQUE HOJE É SÁBADO

  • Não sei porque, depois que o portal Fonte 83 ex blog do gordinho divulgou que era fake news e as falas dos secretários do governo do Estado, o portal do jornal da Paraíba que ontem tinha divulgado com toda pompa a reportagem, retirou a postagem e não deixou nem sombra!!!
    Porque será!!!

  • DO DCM:

    “1ª penca de cadáveres de Moro: alterações que ministro quer no Código Penal tornarão rotina entregar carne preta”, diz Reinaldo Azevedo

    Em seu blog, Reinaldo Azevedo reflete sobre a operação ocorrida no dia de ontem no Rio de Janeiro que terminou em tiroteio e na morte de 13 pessoas e as alterações que o ministro da Justiça Sérgio Moro pretende fazer no Código Penal:

    Moro decidiu reescrever dois artigos do Código Penal, o 23 e o 25, para situações como a do Rio. O 23 trata da legitima defesa. Hoje, é assim:
    Não há crime quando o agente pratica o fato:
    I – em estado de necessidade;
    II – em legítima defesa;
    III – em estrito cumprimento de dever legal ou no exercício regular de direito.
    Parágrafo único – O agente, em qualquer das hipóteses deste artigo, responderá pelo excesso doloso ou culposo.

    Ficaria assim:
    Não há crime quando
    I – em estado de necessidade;
    II – em legítima defesa;
    III – em estrito cumprimento de dever legal ou no exercício regular de direito.
    1º O agente, em qualquer das hipóteses deste artigo, responderá pelo excesso doloso ou culposo.
    §2º O juiz poderá reduzir a pena até a metade ou deixar de aplicá-la se o excesso decorrer de escusável medo, surpresa ou violenta emoção.
    Parágrafo único. Observados os requisitos do caput, considera-se em legítima defesa:
    I – o agente policial ou de segurança pública que, em conflito armado ou em risco iminente de conflito armado, previne injusta e iminente agressão a direito seu ou de outrem; e
    II – o agente policial ou de segurança pública que previne agressão ou risco de agressão a vítima mantida refém durante a prática de crimes.”

    Fim de papo. O Inciso I do Parágrafo 2º do Artigo 23 relido por Moro põe um ponto final à questão. Pode mandar enterrar os mortos. Sem questionamento. Mas o doutor achou pouco e resolveu dar nova redação também ao Artigo 25, que define legítima defesa:

    Hoje, o caput diz o seguinte:
    Art. 25 – Entende-se em legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem.

    Moro conservou o caput e acrescentou um parágrafo único com dois incisos:
    I – o agente policial ou de segurança pública que, em conflito armado ou em risco iminente de conflito armado, previne injusta e iminente agressão a direito seu ou de outrem; e
    II – o agente policial ou de segurança pública que previne agressão ou risco de agressão a vítima mantida refém durante a prática de crimes.”

    Mais uma vez, no caso do Rio, convenham, não se faz necessário investigar nada. Basta assegurar, quando menos, que os policiais estavam “prevenindo injusta e iminente agressão”. Sem contar, né?, que, voltando ao Artigo 23, o “agente” — policial ou não — pode ter justificado seu excesso por “medo”, “surpresa” e “violenta emoção”.

    Essa foi apenas a primeira penca de cadáveres que deve ser moralmente debitada na conta de Moro. Virão muitas outras.

    (…)
    ———————————————————————————————————————————————————————————
    UMA DÚVIDA: O QUẼ DIRIA O MORO SOBRE A TRAGÉDIA OCORRIDA NO CT DO FLAMENGO?

    E A SRA. MINISTRA DA FAMÍLIA?

  • Pode até ser Fake News, porém, desmentido do Blog do Gordinho? O Blog do Fabiano Gomes kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Fabiano, também negou que estivesse envolvido em falcatruas, então, o melhor é aguardar o resultado das investigações, para se ter certeza se teve ou não corrupção. É muito cedo para se fazer juízo de valor.

  • AINDA NEM ESQUENTOU A CADEIRA DA PRESIDÊNCIA DA OAB E O ADVOGADO FELIPE SANTA CRUZ
    JÁ COMEÇOU A RECEBER AMEAÇAS.

    HOJE ELE POSTOU NO FACEBOOK:

    Amigos,

    Nas últimas 24 horas tenho sido alvo de furiosos ataques nas redes. Robôs pagos por movimentos extremistas e pessoas levadas por falsas manchetes simplesmente ocupam a rede com violentas mensagens, algumas verdadeiramente preocupantes, como aquele que diz que “as redes sociais querem o meu FIM”. O crime que justificaria minha eliminação? Dizer que há no país ampla garantia para qualquer investigação, que há no país absoluta unanimidade sobre a necessidade da luta contra a impunidade, mas que o país é muito mais do que isso e que precisa urgentemente, entre outras coisas, reencontrar a agenda do crescimento econômico que possa devolver a esperança de dias melhores ao nosso povo. Sim, defendo que o Estado não gera riquezas e que a estabilidade jurídica deve ser rotina dos povos que querem progredir através do trabalho, do respeito ao meio ambiente, às minorias, aos contratos etc. O ataque que sofro, travestido e insuflado pela falsa motivação de uma declaração que não dei sobre fim imediato de qualquer investigação antes que se esgote o seu objeto, com o uso danoso e cotidiano de notícias falsas, demonstra claramente a intenção de calar nossa voz através do medo. Bateram na porta errada, pois acredito que a função da Ordem nessa quadra histórica é criar no mundo do DIREITO, pressuposto da democracia, um ambiente capaz de produzir discussões técnicas que possam garantir o exercício livre da DEFESA, com a máxima liberdade de manifestação das ideias. Construir pontes onde há pessoas cavando fossos e, assim, alcançar alguma paz social. Por óbvio, quem se alimenta e vive do ódio não quer a superação do momento de conflito agudo. Não quer ouvir sobre o DIREITO de ninguém, sobre o drama do próximo. Muitos se deixam levar pelo rancor movidos por compreensível desesperança. Como eu disse na minha fala de ontem na Bahia: vamos dialogar através do DIREITO, não ocupamos a arena da política partidária e buscaremos atrair para esse debate até os que, polarizados e cegos por ideologias, não acreditam ser possível superar o atual momento. É uma grande tarefa que precisa de toda a advocacia do Brasil. Ou é isso ou, calados, cuidando justa e pacatamente das nossas vidas, mesmo sendo a maioria silenciosa, nos deixaremos levar pela frustração, imputando aos outros todas as nossas decepções com as graves falhas do mundo que nos cerca. Alguém acredita que o ódio constrói? Fé na vida…

    Felipe Santa Cruz
    Presidente da OAB

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles