Advogado de Fabricio Suassuna prova que ele não encostou o dedo na mulher e que acusação é fantasiosa

O advogado Francisco Ferreira, que defende Fabrício Suassuna no inquérito em que ele é acusado de estuprar a esposa, Ana Tereza, desmontou hoje, durante a audiência de custódia na 1ª Vara de Cabedelo, os argumentos apresentados pela suposta vítima para tentar incriminar o marido.

Francisco declarou que a acusação de tentativa de estrupo “é fantasiosa, absurda e totalmente desvirtuada das provas colhidas pela própria autoridade politicial”.Conforme o advogado,”o próprio depoimento da suposta vítima é contraditório”. E questiona: “Como pode alguém dizer que sofreu tentativa de estupro sem o emprego de violência ou grave ameaça”?
Lembra o advogado que “para se caracterizar o estupro ou tentativa tem que haver a presença de uma dessas duas elementares que caracterizam o tipo penal incriminador da conduta, ou seja, tem que haver ou a violência, que tem que ser física ou a grave ameaça, que é a promessa de se fazer um mal no futuro, caso a suposta vítima não aceite fazer”.
E arremata:

“No depoimento da vítima, ela deixou claro que nem houve qualquer violência ou ameaça. Não houve crime. As acusações são infundadas e no mínimo estranhas”.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles