Advogado prova que teve seu nome citado indevidamente por delator

Após ter seu nome indevidamente  citado pelo  delator Leandro Nunes , o advogado  Francisco Ferreira encaminhou petição  ao desembargador  Ricardo Vital, primeiro  fazendo  esclarecimentos  , em seguida  pedindo acesso aos autos e, ao mesmo tempo, endereçou  à  imprensa  a seguinte  nota:

“1. A Sociedade com Saulo Pereira Fernandes foi formalmente Constituída e passei pouco mais de um ano conforme documentos anexos;
2. Após minha saída da Sociedade de Advogados constituída com Saulo, este Causídico constituiu no mesmo local , Nova Sociedade, desta feita, Sociedade Unipessoal de Advocacia conforme documentos anexados;
3. Saulo deu continuidade a sociedade, incluindo em meu lugar a sua esposa, continuando as suas atividades em local diverso e em outro Estado ( documento anexo);
4. Que até hoje pago dividas de IPTU referentes ao período da antiga Sociedade dos anosam 2015 e 2016 ( documentação anexa);
5. A minha relação com Saulo Fernandes era estritamente profissional e dentro do que preceitua a Lei e a Ordem do Advogados do Brasil , cada um atuando em sua área específica do Direito e de forma independente;
6. Nunca presenciei no escritório a presença de nenhum dos investigados, pois conheci Leandro pessoalmente apenas após deflagração da Operação Calvário e ele
Pode muito bem esclarecer isso ;
7. Nunca presenciei qualquer conduta ilícita praticada por Saulo Pereira Fernandes;
8. Após minha saída por iniciativa própria da Sociedade, arquei com as demais dívidas do escritório e desde então  não tenho conhecimento da área e do local que meu ex-sócio vive e trabalha;

Com relação a ABBC , rescindi, desde janeiro , unilateralmente o Contrato por descumprimento de clausulas relativas a
falta de pagamentos de honorários da forma pactuada , mesmo eu tendo prestado os serviços .

Por fim, esclareço que minha vida é pautada com
muito trabalho e militância na advocacia e na ciência do Direito e transcende o Estado da Paraíba , pois atualmente, conforme qualquer um pode consultar através de minha OAB 18.025 , ou pelos Portais do TJ PB , TJ DF , JF PB , JF DF, TCE, TCU, TRT2 , TRT6 , TRT13 , TST , TRE , TSE , STJ e STF, nosso Escritório de Advocacia , FRANCISCO FERREIRA SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA, sob minha coordenação única , atua em centenas de processos em todo o Brasil, sendo que só na Paraíba atuamos em quase 5 centenas de processos ativos( 1º e 2º graus ) .

Dessa forma, a fim de esclarecer as citações que envolvem meu nome, e em respeito a toda minha clientela em todo o país , e de contribuir com o exitoso trabalho do GAECO na busca da verdade real dos fatos, é que presto estes esclarecimentos que em nada desabonam a minha conduta moral e pessoal, pautada sempre de muito labor.”

3 Comentário On Advogado prova que teve seu nome citado indevidamente por delator

  • Com a facilidade de difusão rapidíssimo de notícias, principalmente fake news, virou hábito de pessoas de caráter ruim tentar macular a honra das pessoas. Pior que, segundo pesquisa, as fake news se propagam de forma muita mais rápida que as notícias verdadeiras e capacidade de assimilação pelo público alvo é 70 % maior.

  • Eita Tião,
    O baixo clero da comunicação está jogando na lama nomes de profissionais de conduta ilibada, sem provas e ficam impunes, esse paraibaradioblog cujo o blogueiro faz parte da tropa de choque da PMJP vive disseminando inverdades dia após dias, a não se confirmar as ilações fazem um simples adendo no rodapé da matéria, o que não foi caso, é presido tomar providências urgentes, nomes estão sendo jogados na lama!!!

  • Delator geralmente só quer minimizar a sua participação no ato objeto da investigação.
    Muitos são capazes até de fazer da própria mãe uma segunda Joana D’Arc, não ligam
    para a honra e dignidade dos outros.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles