As derradeiras do dia

Hoje houve uma solenidade patrocinada pelo Governo do Estado em João Pessoa. Ela aconteceu logo após o governador João Azevedo oficializar sua saída do PSB e seu rompimento com o ex-governador Ricardo Coutinho. E no palanque armado para receber as autoridades, lá estavam os novos amigos do governador, destacando-se, na fila da frente, os deputados Julian Lemos e Cabo Gilberto.

Vendo aquilo, de logo concluí: Agora o governador está com os seus verdadeiros amigos.

**

Essa súbita paixão dos ex socialistas por Edvaldo Rosas é coisa nova. Antes não gostavam tanto dele assim. Lembram do episódio do café da manhã na Granja? Os 11 deputados do G 11 se amuaram e não foram tomar café com o governador em sinal de protesto à nomeação de Rosas para o cargo de secretário. Só Poliana Dutra compareceu e assim mesmo para manifestar, como porta-voz do grupo, a insatisfação da turma.

**

Rosas foi apenas o pretexto para a saída do partido. Havia o desejo de sair desde o começo do Governo. Isso todo mundo sabe.

**

O governador precisa se prevenir com os ratos de navio que começam a abandonar o barco do PSB para continuar mamando nas tetas. Esse povo não merece confiança. É atraído pelo tilintar das moedas.

**

E o Berg Lima continua com a gota serena. Acaba de estourar a folha de pessoal da Prefeitura de Bayeux.

**

O prefeito de Cabedelo descobriu uma nova vocação: cinegrafista de tolêtes.

**

Foi ele o primeiro a filmar as bostas flutuantes que apareceram na praia.

**

Eduardo Carlos bem que poderia aproveitá-lo na Cabo Branco.

**

A pesquisa do Instituto Opinião da Ricardo na cabeça com 34, 8 por cento, seguido por Nilvan Ferreira com 10, 5 por cento e por Walber Virgulino, com 8 por cento.

**

Essa pesquisa foi encomendada pelo Mais PB do insuspeito Heron Cid.

**

Soube que me citaram nos Intrometidos. Antes só quem falava no meu nome era Maurilio Batista. Agora alastrou. Gostei. Obrigado pela lembrança.

**

O palhaço que atacou Ricardo Coutinho na frente da TV Master ainda teve o desplante de fazer um BO na Polícia.

**

Inté.

3 Comentário On As derradeiras do dia

  • Tiao o prefeito de princesa ficou com quem ??

  • Esse João não demora a sentar no colo do Cassio Lima. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Toda a narrativa envolvendo o João Azevedo e Ricardo Coutinho, desde o inicio, se parece
    muito com aquela passagem bíblica que fala da morte do profeta João Batista.
    Na versão paraibana o profeta se chama Ricardo e não João, e, diferentemente da
    estória original , ele sobreviverá para assistir ao fracasso daqueles que desejavam a sua morte.
    Ah, e o pedido da Salomé paraibana ficou subentendido durante uma visita da mesma
    a uma entidade em Campina Grande, logo no começo do governo, ocasião em que a
    personagem renegou obra daquele que passaria doravante a ser destinado a ter o mesmo
    fim do profeta original.

    É só “encaixar” os personagens que cai como uma luva.

    Mas esqueceram que sem o apoio popular, não há “espetáculo” que seja um sucesso.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste