As primeiras do dia

O apresentador Geraldo Luiz é um chato, enrola muito, faz um suspense besta para anunciar as coisas, mas neste domingo ele se redimiu. O programa homenageando o cantor Roberto Luna foi repleto de emoção do começo ao fim. Emoção principalmente para o paraibano, que apesar de conterrâneo, não lembrava mais desse cantor que conquistou o Brasil em certa época da vida e hoje vive esquecido num abrigo para artistas na cidade de São Paulo.

**

E valeu ainda mais pela presença do nosso Wellington Fodinha, primo do homenageado, que compareceu ao programa e deu um show particular, desfraldando a bandeira da sua amada Serraria para o Brasil inteiro ver. E ainda teve tempo para tirar uma palhinha, dançando com a esposa do homenageado no final do programa.

**

Esse Marco Feliciano deve tomar cuidado. Querer impinchar o general Mourão é o mesmo que mexer com um enxame de abelhas africanas. Ele por acaso esqueceu que o homem, além de vice-presidente, tem um monte de estrelas nos ombros?

**

Algum vereador de algum municipio do Rio Grande do Sul bem que poderia apresentar um projeto concedendo uma medalha de honra ao deputado Virgulino. O rapaz quer impor a instalação de fraldários e banheiros em locais públicos dos pampas gaúchos.

**

Está imitando um certo senador da Paraíba, que nem tinha assumido direito e já mandava verbas para o Estado de São Paulo.

**

Manoel Izidro foi reeleito pela undécima vez para a Presidência do Sindifisco. Vai superar Fidel Castro.

**

Romero Rodrigues pode deixar o PSDB, garante o deputado tucano Pedro Cunha Lima.

**

E eu pensando que ele estava, já, no partido de Bolsonaro.

**

Seguindo o irmão, que se elegeu por lá.

**

O Julian que se cuide.

**

O Ginásio de Esportes Alcides Carneiro, de Princesa, que estava só os pedaços, vai ser reinaugurado dentro de breves dias.

**

O prefeito Ricardo Pereira faz a diferença.

**

E os adversários morrem do bofe.

**

Do bofe e do fígado.

**

Mais do fígado do que do bofe.

**

A branquinha não brinca em serviço.

**

Incha a cara, afina o pescoço, cresce o bucho e seca o fígado.

**

A suspeição a uma juiza foi apresentada no Governo de Zé Maranhão.

**

Aquela moça foi induzida a mais um erro.

**

Eu lembro bem. Sei até quem assinou a petição.

**

E as flores da discórdia, hein!

**

Deixa pra lá.

**

Dizem que um vereador faixa preta num monte de coisas anda querendo encontrar um radialista para lhe aplicar um golpe.

**

Inté.

4 Comentário On As primeiras do dia

  • Será que o nobre deputado Virgulino acha por ser deputado pode criar projetos para qualquer estado? Será

  • Manoel Izidro quer superar João Pinto! vê se pode…

  • 1.O Dória querendo fazer “faxina” no PSDB, segundo a mídia, pensa em expulsar o Beto Richa(
    (ex-goverbador do Paraná), o Aécio Neves e o Azeredo (ambos exǵovernadores de MG).
    Pelo visto a “faxina” é barrista. Por que será que ele não lembrou do Serra e do Aluizio
    Alves, poliíicos paulistas?

    2. O Bolsonaro já está avisando a intenção de, futuramente, deixar o PSL, segundo a mídia.
    Pode ser só ameaça para forçar a bancada do PSL a apoiar em peso a Reforma da Previdência.
    Mas, se tratando do Bolsonaro, é bom se prepararem para futuras surpresas os políticos
    paraibanos que pensam em aderir ao partido do governo.

    3. Dizem que o Bolsonaro teria afirmado que um ascendente dele teria servido ao exercito de Hitler.
    Se a informação for verdadeira, seria esse o motivo do perdão que ele queria dar ao Holocauto?
    E se é verdade, ele não poderia ter pedido perdão lá mesmo em Israel? O povo israelense
    teria “adorado” ouvir ao vivo o seu pedido.
    Eu como descendente de cristão novo, não concedo perdão nenhum. Nem hoje, nem nunca.

  • Só acrescentando lá no início que Roberto Luna é nato da cidade de Serraria, no Brejo paraibano. (Meu conterrâneo serrariense(.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste