As primeiras do dia

Quer dizer que a Prefeitura de João Pessoa iniciou as obras do Parque Sanhauá sem que tivesse a posse do terreno? O terreno é da União, que, segundo o Ministério Público Federal, não fez a cessão do seu bem à Prefeitura. Por isso o MPF mandou a Caixa sustar a liberação dos recursos federais(12,5 milhões), recomendou a paralisação da obra e ameaçou, caso haja desobediência, ingressar com ações judiciais.

**

Diante disso e de mais aquilo, por que o frenesi da Prefeitura em derrubar casebres e deixar ao relento as famílias que moravam na área? Será falta de competência da edilidade ou vontade de mostrar serviço a um eleitorado já descrente nas promessas de uma administração que caiu no descrédito por conta das trapalhadas cometidas ao longo de quase oito anos?

**

Seu Neco, pai do prefeito Ricardo Pereira, será enterrado hoje, às 16 horas, no cemitério do povoado de Lagoa da Cruz, municipio de Princesa. Ele morreu ontem em João Pessoa, onde se encontrava lutando contra um câncer. Tinha 75 anos. A Prefeitura decretou luto oficial de três dias.

**

Quem está gostando desse julgamento da Aije do Empreender é Arnaldo da Farmácia. À cada pedido de vistas, o estoque de rivotril da dita cuja vai a zero e Arnaldo tem que convocar extraordinariamente o laboratório para repor as prateleiras.O medo que faz é criar dependência.

**

Ontem um jovem empresário enforcou-se com a corda da prancha na orla de João Pessoa. Estava com depressão desde que seu filho pequeno se afogou numa piscina. Essa mardita depressão está se tornando a doença do século. Toda semana morre gente vítima do novo mal.

**

Não precisou muito tempo para o prefeito de Campina Grande confessar que não tem projeto elaborado para a implantação do VLT na sua cidade e que não passou de falácia aquela sua ida bombástica a Brasília para tentar ofuscar a conquista do governador João Azevedo. E João só precisou de uma frase para desmontar a parafernália do prefeito.

**

Parece que a chuva parou. E o Jatobá de Princesa não encheu. E choveu para encher qualquer Jatobá. Logo, a culpa é de quem barrou a água do Riacho do Meio, que antes enchia o Jatobá de um canto a outro e fazia a festa da moçada nos banhos do seu falecido sangradouro. Se tivéssemos DNOCS isso não aconteceria.

**

Leio no Blog do Dominguinhos de Princesa que a histórica casa de Dona Toinha Carlos está à venda e, pior, candidata a demolição pelo novo adquirente. Peço encarecidamente ao Iphaep que mande uma equipe a Princesa para evitar o comedimento de mais um crime contra o seu patrimônio histórico. A casa faz parte do sitio histórico delineado pelo próprio Instituto e diariamente desrespeitado por gente insensível que derruba os prédios antigos para transformá-los em bodegas e armazens.

**

Pensava eu que 2019 seria um ano menos morredor do que 2018. Mas parece que me enganei. A mortandade é grande. O povo está morrendo muito, de morte morrida e de morte matada. E todo santo dia, ao acordar, todo mundo fica conferindo o número da senha. Varei!

**

O vereador Milanez chateado com a direção estadual do PTB que fez reunião na Capital e não o convidou. O deputado Wilson Filho disse que somente o convidaria quando a reunião fosse para tratar de assuntos da Capital. O PTB é uma gracinha. Apóia o governo socialista no Estado e o governo de Cartaxo, que apóia Jair Bolsonaro, na Capital.

**

Hoje eu acordei atravessado, achando que já tinha amanhecido o sábado, quando na verdade começa a sexta, dia dos três M: Mé, Muié e Moté, isso pra quem pode e tem munição.

**

Inté.

2 Comentário On As primeiras do dia

  • percebi meu amigo, sou leitor assíduo. percebi que vc pensou que hoje era sábado. Abraçao
    JOAO BATISTA FILHO
    TAVARES-PB.

  • Como pode a PMJP desconhecer o fato de que o terreno pertence à União?

    Será que levaram em conta apenas o cadastramento no IPTU? E logo
    pensaram: se paga IPTU, o terreno é nosso?

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste