As primeiras do dia

Dou um doce a quem identificar o político que está bancando a estadia da belíssima e sensual Geyse Arruda em João Pessoa. Ela está aqui. O furo foi dado por Gutemberg Cardoso no seu Polêmica Paraíba. Está num hotel da orla ainda não identificado, espiando o mar e sentindo o bater da brisa nas suas alfáceas rosadas, enquanto espera a chegada do seu felizardo anfitrião para levá-la a passeios maravilhosos pelos recantos aprazíveis de nossa amada e bela Cidade das Acácias.

**

A foto que abre a coluna de hoje foi postada pela nossa queridíssima visitante no instagram. E foi clicada diretamente da sacada do apê ora ocupado por ela no tal hotel misterioso.

**

Ela continua aprumada.

**

Amigos e amigas, nossos problemas se acabaram, ou, se ainda não se acabaram, com certeza vão se acabar. Os nossos aguerridos vereadores estão de malas prontas para partir em busca de todas as soluções. Vão aos states conferir as ofertas de novos horizontes para nossa João Pessoa e com certeza desembarcarão de volta com uma penca de ofertas destinadas a tirar o bucho do atraso, o miserê das nossas bocas e a tristeza dos nossos olhos opacos.

**

Eles vão, juntamente com representantes da Prefeitura e do Legislativo Estadual a uma turnêe maravilhosa, singrando mares nunca dantes navegados e ares nunca em tempo algum sobrevoados, repetindo os antigos desbravadores de reinos portugueses nas suas naus catarinetas cheias de cores e de músicas.

**

E é por isso que me ufano.

**

Não vou reclamar da Senadora Daniela porque todos os coleguinhas dela da Câmara e do Senado fazem a mesma coisa. Se fazem, não é justo sacrificar somente a senadora, vocês concordam?

**

O conjunto Aluísio Campos, de Campina Grande, é o único no Brasil que ficou pronto e não é entregue. Que cabeça de burro terá sido essa que enterraram na entrada do núcleo habitacional, hein Zé Gotinha!?

**

Chicão sobrou, outros sobraram, Helena Holanda ficou com a vaga. Merecidamente.

**

A amiga e conterrânea Socorro Diniz negou com veemência que esteja pretendendo vender a bela mansão da família em Princesa Isabel. E os princesenses que amam o patrimônio histórico ainda restante na cidade agradecem penhoradamente.

**

Olha que manchete arretada: “Com mais de um bilhão em pedidos, bancada paraibana fará filtros”. Isso quer dizer que as loiceiras de Santa Luzia vão ganhar concorrentes na fabricação dessas maravilhosas peças de barro.

**

E aquela caixa cheia de dinheiro encontrada na casa do ex-deputado? Eu sabia que Geddel ganharia seguidores.

**

Acorda, mundiça!

**

O galo cantou.

**

E daqui a pouco o sol bota a cabeça de fora.

5 Comentário On As primeiras do dia

  • CURSO DE GEOGRAFIA, PARA JORNALISTAS, SOBRE P “VAZAMENTO VENEZUELANO”

    Por Fernando Brito · 08/10/2019

    Claro que a origem do óleo que está dando às praias nordestinas precisa de uma investigação.

    Mas tem jornal, como o Estadão, que está engolindo uma “geografia com partido” para dizer que o óleo, por sua densidade , seria venezuelano.

    Muita calma nessa hora.

    Este blogueiro aqui, além de prestar atenção nas suas aulas de ginásio e curso técnico, também é filho de um professor de geografia “fissurado” por mapas.

    Então, tomou a primeira providência de olhar o mapa das correntes marítimas do Nordeste brasileiro, para recordar que ali passa a Corrente Equatorial, que “lambe” a costa nordestina e se encaminha para o Caribe, onde ajuda a formar a Corrente do Golfo.

    Portanto, o óleo para vir da Venezuela teria de andar na “contramão” da corrente do mar.

    Poderia?

    Improvável, mas admissível se houvessem condições de vento que o empurrassem.

    Acontece que os ventos dominantes na região, alísios, também seguem no mesmo sentido da corrente.

    É tão idiota dizer que vem da Venezuela quanto dizer que vem do Golfo do México, porque mar e vento levariam o óleo em sentido oposto.

    Pode ter vindo de um navio petroleiro venezuelano? Pode, ainda mais porque a maioria deles é operado por companhias europeias ou em conjunto com a Petrochina e parte deles está sendo devolvida por conta das sanções norte-americanas.

    Mas também pode ser de qualquer outro, de qualquer nacionalidade , circulando pelo Oceano Atlântico, entre a América e a África.

    Poluição marinha e costeira não pode ser instrumento de exploração político-ideológica.

    O óleo da Chevron que vazou na Bacia de Campos não foi uma conspiração ianque, foi fruto da imprudência e desídia da Chevron ao economizar etapas na perfuração de um poço.

    Quem se deixa embarcar em vazamento “ideológico” é quem já tem a mente inapelavelmente poluída.

  • Tião do Céu! Diga quem é o sortudo estou lambendo os beiços aqui, porque vi na net que ela fez uma cirurgia intima e voltou a ser Virgem novamente esta tudo lacrado novinho em folha.

  • 1. Do ministro Luiz Roberto Barroso (STF) sobre o lider do Bolsonaro no Senado:

    ‘impressionante quantidade de indícios de crimes’

    2. Da deputada federal Erika kokay:

    ‘O clã Bolsonaro disse que ia matar o PT. A gente só não sabia que era de vergonha’

    3. Do oficial da Casa Branca que ouviu a conversa entre o Trump e o presidente ucraniano:

    ‘Louca e assustadora’,

    4. Do deputado federal Delegado Waldir(PSL-Go) , líder do partido na Câmata,para os colegas de partido:

    “Não tem janela partidária, novas eleições vão vir. Vão disputar sem dinheiro? Vão deixar o partido que tem o maior fundo eleitoral? Bolsonaro pode não precisar, mas e eles? Esse negócio de ideologia não vai durar quatro anos.”

    %. Do deputado federal Alexandre Frita, ex-PSL, ex-bolsonarista, sobre a saída de Bolsonaro e seus fillhos dp PSL

    “Vamos rezar para que ele vá para UDN, ele os filhos, os Milicianos Digitais, os puxa saco, os enganados,
    que a UDN leve todos (as) , vou fazer até uma promessa, vou entrar ajoelhado na Câmara”,

  • O GAECO tá fazendo o cancão piar, a cobra fumar, a porca torcer o rabo, a vaca tossir e a ema gemer

  • Eita Tião, a calvário chegou em Princesa, A coisa tá feia .

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste