As primeiras do dia

Morreu José Vital Barbosa, paraibano de Princesa, princesense da Rua do Cancão, o bom humor em pessoa, figura que cativava pela boa conversa e pelo otimismo. Nascido e criado em Princesa, lá no Alto dos Barbosa, foi pra Brasília na condição de candango e terminou como motorista de presidente.

Sobre ele o mano Miguel Lucena disse o seguinte: “Ele veio, viu e venceu. Da Rua da Gaveta, virou motorista de presidente. Próximo de Figueiredo, quando chegava na Paraíba era bajulado pelos de sempre. Na campanha de 2018, no comitê do Guará, ele se aproximou de mim e declarou: -Naquela época, o cabra que nunca babou foi seu pai! Descanse em paz, amigo velho!”

**

O Diário Oficial desta quinta traz a exoneração, a pedido, de Aléssio Trindade do cargo de secretário de Educação, Ciência e Tecnologia e a designação de Cláudio Furtado, atual secretário executivo, para responder cumulativamente pela função de titular.

**

O presidente esculhambou com o seu partido, o PSL, disparou contra o presidente da legenda e vai sair, de mala e cuia, para uma outra sigla.

**

Quero ver quem fica no PSL .

**

E Bolsonaro, que não gosta de ficar quieto, prepara briga com a Igreja Católica.

**

Aí tem!

**

Cabra mais doido! Brigar com padre dá um azar da peste. Me lembro daquela vez que um conterrâneo de Princesa deu um tabefe num padre. Foi excomungado e nunca mais teve paz. Matou gente e acabou assassinado numa tocaia.

**

E o óleo invasor, hein!

**

Faz sentido a frase: “A grande prova que a mulher ama mais o marido do que os filhos, é que ela consegue deixar os filhos com a vizinha, mas o marido não”.

**

E esta informação: “Mais de 14.500 paraibanos vivem na Favela da Maré no Rio de Janeiro.”

**

Essa do deputado Celso Jacob, do MDB carioca, foi de lascar o cano: “Filha da empregada só serve pra se comer”.

**

O novo secretário executivo de turismo, Gilson Lira, é homem de confiança do senador Veneziano Vital do Rego.

**

E João Azevedo vai mesmo pro PDT?

4 Comentário On As primeiras do dia

  • Mais do que nunca a letra da música do Odair José se encaixa como uma luva,
    nos tempos atuais:

    “Dizem que o teu coração voa mais qsue avião,
    Dizem que teu amor só tem gosto de fel,
    Que vai trair o marido em plena lua de mel”

    É época de traições e mais traições:

    1. O Bolsonaro traindo o PSL;

    2. Aquele ex-luiz traindo a “devoção” daquele procurador,
    e dando uma de “não tou nem aí prá você”, em pleno
    restaurante Chic de Brasilia;

    3. É o Moro traindo o Bolsonaro e caindo nos braços do Bivar;

    4. São os parlamentares traindo os eleitores e aprovando a
    Reforma da Presidência;

    5. É o Bolsonaro traindo quem acreditou no seu discurso de
    “Brasil acima de tudo”;

    6. E na Paraíba? Ah, essa é uma traição em curso. Os últimos lances
    ainda não se concretizaram, mas já é possível ter um prognóstico.
    E ele aponta para um jogo de xadrez, cujos “peões” estão se mexendo
    esquecendo que a peça principal é o Rei, que é duro na queda.
    Os “peões” se aliaram ao “bispo”, e dissimuladamente tentam se
    apossar da “torre”. E o “bispo”, coitado, gosta de ser enganado.
    No alto da “torre” tem uma donzela que joga e recolhe suas
    tranças de acordo com a oportunidade.

  • O BRASIL ESR[Á “DERRETENDO” SOB O COMANDO DE BOLSONARO?

    DO VIOMUNDO:

    SERIA GUEDES O “DOMINGO CAVALLO” BRASILEIRO

    por Zé Maria, comentarista do Viomund

    O [ministro da Economia Paulo] Guedes e, portanto, Jair Bolsonaro estão em desespero para aprovar as Privatizações e as tais Defórmas.

    A economia brasileira está derretendo.

    Os dólares estão sumindo sem retorno.

    As contas externas do Brasil registraram déficit de US$ 30,277 bilhões nos oito primeiros meses deste ano. O aumento no rombo foi de 65% na comparação com o mesmo período de 2018, quando foi registrado um resultado negativo de US$ 18,372 bilhões. Os números foram divulgados em 23/9 pelo Banco Central (BC).

    […]

    O Banco Central também informou que os investimentos estrangeiros diretos na economia brasileira somaram US$ 41,213 bilhões de janeiro a agosto deste ano, com queda de 10,5% frente ao mesmo período do ano passado (US$ 46,037 bilhões).

    Depois de encerrar agosto com saídas líquidas de US$ 4,317 bilhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 6,035 bilhões em setembro até o dia 27, informou o Banco Central.

    O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 4,993 bilhões no período.

    No comércio exterior, o saldo de setembro até o dia 27é negativo em US$ 1,042 bilhão, com importações de US$ 16,983 bilhões e exportações de US$ 15,941 bilhões.

    A Bovespa recém-divulgou o fluxo de capitais estrangeiro no mercado de ações até a última sexta-feira, dia 4.

    E a saída em outubro já acumulou R$ 6,2 bilhões (quase US$ 2 bi), levando a parcial negativa deste ano para R$ 27 bilhões, quase 10% a mais do que os 24,8 bilhões que se evadiram no ano de 2008, com a crise mundial.

    E olhe que, assustada com a fuga de dólares, a Bovespa começou a considerar os ingressos destinados à compra de ações em lançamento (IPOs e follow-ons) nas contas.

    Desde a crise mundial, em 2008, até o ano passado, havia entrada líquida de recursos no mercado acionário brasileiro, exceção a uma pequena saída (R$ 1,4 bi) em 2011.

    No final do governo Temer, os dólares começaram a bater asas e o saldo, em 2018, ficou negativo em R$ 10 bi.

    Em pouco mais de 9 meses, quase triplicamos o valor.

    Será por isso que querem trocar o tão badalado Real do FHC [SIC! Itamar, Sô!] pelo Dólar, para ‘equadorizar’ ou argentinizar o braZil?

    Será o Guedes o Cavallo* braZileiro?

    PS do Viomundo: *Domingo Cavallo é o ministro argentino de triste memória, que afundou o país vizinho duas vezes.

    Como ministro das Relações Exteriores da Argentina do presidente Carlos Menem (1989-1999), privatizando tudo a preço de banana.

    Como ministro da Economia de Fernando de la Rúa, lidando com os danos de longo prazo causados por Menem e na prática dolarizando a economia, em dezembro de 2001.

    No dia 21 daquele mês triste e histórico, que custou a vida de muitos argentinos, o presidente saiu fugido da Casa Rosada, para não morrer.

    Desesperados e revoltados, os portenhos foram às ruas gritando “que se vayan todos”.

    Cavallo tem tanto prestígio na Argentina que os adversários do atual presidente mandaram imprimir cartazes apócrifos com fotos para sugerir que ele seria candidato a vice do presidente Maurício Macri.

    Era mentira. Macri foi eleito e adotou parcialmente o receituário neoliberal de Cavallo.

    Macri, exemplo para Miriam Leitão, o AntaGonista, o MBL e João Dória, será degolado pelos eleitores argentinos no próximo dia 27 de outubro.

  • Suzane Von Richthofen e Ana Carolina Jatobá deicam a prisão pelo
    Dia das Crianças?
    Fala sério!

  • O BOLSONARO DISSE AI TRUMP : ” I LOVE YOU”, JUROU AMOR ETERNO E
    PARA CSACRAMENTAR TANTO “AMOR” DEU DE GRAÇA A BASE DE
    ALCÂNTARA, COMPROU MAIS ETANOL, DISPENSOU VISTO, SAIU DA OMC,
    TIROU DO PAÌS OS BENEFÍCIOS DE UM PAÍS EMERGENTE. E ETC, ETC, ETC…
    TUDO PELA PROMESSA DO APOIO DO TRUMP PARA ENTRADA DO BRASIL
    NA OCDE.
    E O QUE O TRUMP FEZ? APOIOU A ENTRADA DA ARGENTINA E DA
    ROMÊNIA. DEIXOU O BOLSONARO NA MÃO, E DE CORAÇÃO PARTIDO,
    DEPOIS DE TANTO I LOVE YOU.
    BOM PELO MENOS NÃO VAI SER DIFICIL PARA O BOLSONARO MUDAR
    O VERBO,. AFINAL ELE JÁ O PRATICA TODOS DIAS EM SUAS FALAS.
    PARA O TRUMP NÃO FARÁ NENHUMA DIFERENÇA OUVIR:
    I HATE YOU ……….. I HATE YOU!

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste