As primeiras do dia

Fico preocupado com as atitudes de certos homens da lei. Agora mesmo um procurador da república vai à imprensa dizer que jejuará e fará orações fervorosas pela prisão de Lula. Que isenção tem um homem desses para continuar atuando em processos judiciais? Homens da lei, que deveriam dar o bom exemplo, se exibem, buscam manchetes, esmagam reputações e tomam partido como se estivessem participando de um FlaXFlu.

**

Além do mais, usam o nome de Deus em vão.

**

Ainda bem que não são todos.

**

Quero, aqui, solidarizar-me com o desembargador Marcos Cavalcanti, um homem de bem, integro, leitor da Bíblia, temente a Deus, pai de família exemplar, escritor talentoso e um orgulho para o judiciário paraibano.

**

Todo mundo querendo saber e ninguém sabendo de nada.

**

A rádio Princesa, de tanta história bonita, foi transformada em palanque de oposicionistas frustrados. Pessoas condenadas pela justiça, esperando a hora de cumprir pena, apoderam-se dos microfones para destilar veneno e mentir descaradamente. Isso é um absurdo.

**

A mais nova mentira refere-se a uma pesquisa que dá 100 por cento de popularidade a um ex-prefeito cassado e 98 por cento de rejeição ao atual prefeito de Princesa, Ricardo Pereira. Piada sem graça, contada por um comediante sem talento.

**

Cuscuz demais ofende.

**

Além de entupir embaixo, entope em cima.

**

O povo fez Mariah voltar. Se dependesse do Carlinhos…

**

Um juiz foi preso roubando calcinhas na casa da vizinha. Não foi aqui, rapaziada. Foi nos states.

**

Conheci um sujeito que roubava calcinhas usadas, de preferência sujas, só pra cheirar.Era um cheiro e um espirro.

**

Pior era aquele conterrâneo que enfiava o dedo lá embaixo e depois cheirava. O médico mandou ele se segurar, vencer a tentação, ele tentou, passou três meses se segurando, mas numa tarde de domingo ele segurou o quanto pode, porém de repente se deixou vencer, botou o dedo, revirou, demorou e depois de cheirar profundamente,  exclamou, todo feliz:

-Tá como nuncaaaa!”

7 Comentário On As primeiras do dia

  • Tiao,

    Cadeia para o Lula! O resto é choro de quem perdeu a boquinha…

  • Do 247:
    Flávio Dino: Estranho só fazerem jejum quando Lula é julgado
    247 – O Governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB-MA), usou as redes sociais para criticar a conduta seletiva do procurador da República, Deltan Dallagnol, que promete fazer um jejum na próxima quarta-feira (4), data que o Supremo Tribunal Federal (STF) irá julgar o Habeas Corpus preventivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    No Twitter, Dino questionou a parcialidade do grupo que conduz a Operação Lava Jato. “Ministros do Supremo já deram várias liminares sobre condenados em 2ª instância. Nunca houve passeatas, protestos irados, farisaísmo. Nada. Aí fica estranho só fazerem quando o caso do ex-presidente Lula vai ser julgado”, declarou.
    ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
    PS. Antes que apareça algum “expert” em maladragem de direita, eu esclareço que o atual governador do Maranhão, Flávio Dino, é também juiz federal, assim
    como o Sr. Moro. Aliás, o Flávio Dino foi aprovado em 1º lugar no mesmo concurso . Ele é filiado ao PC do B.

  • A “melhor” piada do feriado quem fez foi o Pedro Bial ao afirmar que a Globo defende a Democracia brasileira. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…………

  • Edmundo dos Santos Costa

    ESSE POVO GLUTÃO QUE SÓ PENSA EM SALÁRIOS E PRIVILÉGIOS EXOSFÉRICOS, FINGINDO, FAZEM DE CONTA QUE VÃO PASSAR FOME … SERÃO CASTIGADOS COM AS TRIPAS ENGOLINDO AS TRIPAS. QUEM VIVER VERÁ.

  • Qualquer processo criminal que seja uma farsa e cheio de nulidades não deve gerar consequências jurídicas. Em tempos democráticos, esta premissa vale para qualquer cidadão. Na atualidade, porém, onde a má-fé, os idiotas e os ventos autoritários imperam, o jeito é se juntar a este Procurador e pedir para meu Padim Padre Cícero dar uma ajudinha ao Brasil.

  • Do 247[ DCM
    Lenio Streck: Dallagnol e Bretas teriam condenado Jesus por organização criminosa

    O advogado Lenio Streck, professor de Direito Constitucional e pós-doutor em Direito, classificou como “escalafobética” a decisão do procurador Deltan Dallagnol de fazer um jejum para pressionar o STF a negar o habeas corpus do ex-presidente Lula; “Que tipo de Deus é esse de Dallagnol?”, questionou o jurista; “Isso vale também para o juiz Bretas, que estaria orando pelas prisões diretas em segundo grau. Provavelmente, ambos teriam condenado Jesus por organização criminosa (afinal, eram mais de quatro) com base na delação premiada de Judas”

    – O advogado Lenio Streck, professor de Direito Constitucional e pós-doutor em Direito, classificou como “escalafobética” a decisão do procurador Deltan Dallagnol de fazer um jejum para pressionar o Supremo Tribunal Federal a negar o habeas corpus do ex-presidente Lula.

    “Se Deus existe (e vejam, sou devoto de Nossa Senhora de Lourdes), porque Ele seria um punitivista como Dallagnol? Por que Deus, em sua infinita misericórdia, não seria a favor da possibilidade de alguém — condenado injustamente — ter a seu favor uma decisão recursal reconhecendo ter havido prova ilícita (ou a bobagem do probabilismo) no STJ? Ou no STF? Que tipo de Deus é esse de Dallagnol?”, questionou o jurista em artigo nesta segunda-feira, 2.

    Segundo Lenio Streck, Dallagnol esquece que é agente político do Estado. “E não um torcedor. Deveria incluir Deus fora desse tipo de comportamento político. Sua performance depõe contra a secularização ínsita a qualquer democracia. Espero que saiba o que é secularização. Explico: não se deve misturar religião com Estado (e com o Direito). Isso vale também para o juiz Bretas, que estaria orando pelas prisões diretas em segundo grau. Provavelmente, ambos teriam condenado Jesus por organização criminosa (afinal, eram mais de quatro) com base na delação premiada de Judas”, afirma.

  • ISAIAS 58-4

    Eis que para contendas e rixas jejuais, e para ferirdes com punho iníquo! Jejuando vós assim como hoje, a vossa voz não se fara ouvir no alto.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles