Coordenador do Gaeco acusa Walber Virgolino de usar o caso da Cruz Vermelha como palanque

O coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na Paraíba, Octávio Paulo Neto rebateu em uma emissora de rádio de João Pessoa nesta quinta-feira (14) as declarações do deputado novato Walber Virgolino que disse que o governo da Paraíba estaria temendo mais a CPI que a oposição quer

implantar na ALPB, do que as investigações que estão sendo realizadas pelo Ministério Público em torno da atuação da Cruz Vermelha no estado.

De acordo com o coordenador, o Ministério Público não está em uma competição, tendo a independência necessária para encarar qualquer desdobramento do fato. Ele ainda disse que o deputado estaria tentando utilizar o caso como palanque.

“Antes de mais nada eu quero dizer que o Ministério Público não está aqui em uma competição e muito menos em uma concorrência, o Ministério Público vai se ocupar desse fato como se ocupou de todos os fatos na história recente da Paraíba. O Ministério Público tem a independência necessária para encarar qualquer fato. E a gente não vai servir de palanque para político novo” disparou.

PB Agora

5 Comentário On Coordenador do Gaeco acusa Walber Virgolino de usar o caso da Cruz Vermelha como palanque

  • Essa foi na garganta de lampião . . Com essa iria pra casa

  • Ricardo Coutinho deu nome à um simples desconhecido delegado. Deputado de um só mandato!

  • O Walber Virgulino está fazendo a diferença, fala o que o povo quer saber. Muito dinheiro envolvidos nesses escândalos, envolvendo a Cruz Vermelha. Estamos contigo deputado, seja forte, a cada dia o seu IBOPE aumenta, para desespero de muita gente, seria bom que outros deputados também o seguisse. Deputado, não se renda a cargos ou a bajuladores.

  • O deputado anda conversando muita merda. Ele deve ter um resquício de raiva do Ricardo, desde quando foi remetido do cargo secretário das ações penitênciaria da PB. Logo logo, Ricardo dará a resposta a esses pseudos moralistas.

  • Edmundo dos Santos Costa

    A LÓGICA DA “POLÍTICA”: QUEM HOJE ESTÁ CONTIGO, AMANHÃ ESTARÁ COMIGO E OS DEFEITOS, DE PARTE A PARTE QUE NÃO PODEM SER APAGADOS, PASSAM A SER VIRTUDES. O RESTO É RESTO E A MUNDIÇA, IDEM

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste