Da nova série do blog: “…parece que foi ontem”

Eu confesso que fiquei surpreso ao falar pela primeira vez com doutor Clovis Bezerra. Ele acabara de assumir o Governo e fizera uma reunião com a imprensa, em Palácio. Acostumado com a distância que doutor Ivan Bichara mantinha dos jornalistas e do jeito de doutor Burity, que no seu primeiro mandato se reunia apenas com os chamados “estrelas” do jornalismo, me surpreendi com um Clóvis Bezerra bonachão a falar com o sotaque do povo de Bananeiras, distribuindo tu e você pra todo mundo e puxando conversa a respeito das cidades de onde os seus interlocutores provinham.

Ele era assim, um matutão que gostava de Luiz Gonzaga, outro matutão Rei do Baião, com quem se encontrou num dos intervalos do seu Governo curto, de apenas seis meses, pois assumiu na condição de vice quando o titular, Tarcisio Burity, afastou-se para disputar o cargo de deputado federal.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste