Da Série Os Campeões da Informação: Otinaldo Lourenço, o Rei do Rádio | Blog do Tião Lucena

Da Série Os Campeões da Informação: Otinaldo Lourenço, o Rei do Rádio

Quando entrei para o jornalismo Otinaldo Lourenço não militava mais no rádio.

Ingressei na Arapuan na década de 70 e lá trabalhei ao lado de Antonio Malvino, Silvio Carlos, Dorgival Barbosa, Jair Santana e Ivan de Oliveira. Eu e Malvino não fomos pupilos de Otinaldo Lourenço, mas nos adaptamos aos programas que ele deixou, notadamente Mesa de Redação e Antena Política, os melhores programas do rádio paraibano em todos os tempos.

Otinaldo deixou o rádio, mas a voz ficou. A voz bonita, vibrante, aquela voz que me tornou freguês da famosa Água Rabelo, “… agora em tamanho econômico de meio litro”, como ele dizia no comercial que o tempo preservou.

Se no rádio não estivemos juntos, no Direito, profissão que ele abraçou após aposentar o microfone, fomos parceiros em incontáveis audiências, eu juiz classista da Segunda Junta de Conciliação e Julgamento e ele disputado advogado trabalhista.

O jornalista Assis Tito, discorrendo sobre Otinaldo, assim o definiu:

Otinaldo Lourenço é, sem dúvida, um dos mais competentes gestores de rádio que conheci. Sua habilidade era rara em misturar na programação o gosto mais elitizado, que ele aprendeu ouvindo a Rádio Jornal do Brasil e a BBC de Londres, e o sabor popular que os comunicadores, os “disc-jockeys”, faziam.

Na política, fugia da polarização direita-esquerda, se assumia um democrata defensor da monarquia, em especial a inglesa.

A programação fazia sucesso com “Mesa de redação” , “Antena política”, ”Jornal Sensacional”, “Dramas e comédias da cidade”, “Plantão Arapuan”, “Clube dos amigos da noite”.

Com bom humor, paciência, dedicação coordenava a redação com Luiz Andrade, Erialdo Pereira, Roberto Oliveira, Ivan Tomaz, Anco Marcio entre outros. Na locução. Nauda de Abreu, Metuzael Dias, João Almeida Tourinho (irmão de Mário Tourinho), Ari Silva.

Autodidata na comunicação, como todos nós, Otinaldo, o “Mago” ou o “Magro”, era fã das normas de redação de Carlos Lacerda, que antes de ser político era um combativo jornalista.”

2 Comentário On Da Série Os Campeões da Informação: Otinaldo Lourenço, o Rei do Rádio

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.