Damião curado da COVID-19 deixa hospital em São Paulo e frustra mais uma vez sonho de Ana Cláudia assumir mandato em Brasília | Blog do Tião Lucena

Damião curado da COVID-19 deixa hospital em São Paulo e frustra mais uma vez sonho de Ana Cláudia assumir mandato em Brasília 

 

MARCOS MAIVADO MARINHO 

Obviamente abatido – e bastante emocionado – após mais de três meses enfrentando as agruras da COVID-19 em hospital de São Paulo, o deputado federal Damião Feliciano (PDT) recebeu alta e já saiu do hospital, para alegria da família e principalmente da sua legião de eleitores em todo o Estado que ansiavam por boas notícias e todas eram negadas até agora.

Hoje (03), acompanhado da esposa, a vice-governadora Ligia Feliciano, e do filho Gustavo, o parlamentar aproveitou a oportunidade da alta médica para agradecer a Deus, aos amigos e familiares: “É show”, balbuciou com lágrimas nos olhos à saída da unidade hospitalar paulista.

Como o trabalho na Câmara Federal nesses tempos de pandemia tem sido praticamente todo remoto, a alta de Damião Feliciano acaba por frustrar a expectativa da suplente Ana Cláudia Vital do Rego assumir o mandato em Brasília, o que estava prestes a acontecer após ele ter sido periciado pelo Departamento Médico da Câmara, a quem caberia dar a palavra final sobre a abortada licença.

Durante esses meses a família do parlamentar sonegou todas as informações sobre o seu estado de saúde, chegando inclusive a proibir o Hospital Sírio Libanês, onde ele estava internado, a divulgar qualquer boletim a seu respeito.

Damião tem casas em Campina Grande e em João Pessoa, mas a família não disse ainda para qual imóvel ele ficará para cumprir o repouso.

1 Comentário On Damião curado da COVID-19 deixa hospital em São Paulo e frustra mais uma vez sonho de Ana Cláudia assumir mandato em Brasília 

  • No New York Times, hoje, especialistas
    dizem que É provável que os Estado
    Unidos não consigam alcançar a
    “imunidade de rebanho”. E apontam
    como causas as variantes do Coronavirus e a hesitação na vacinação.
    Para eles, a “normalidase” poderá ser
    alcançada com a imunização dos
    mais vulneráveis.
    Se nos Estados Unidos, que vem
    vacinando massivamente a população,
    o prognóstico é esse: Qual será o
    o Brasil?

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.