Desrespeitado, esquecido e desmoralizado publicamente por Bolsonaro, Moro é aconselhado a pedir exoneração

(Foto: Lula Marques | Marcos Corrêa/PR)

O ex-juiz da Lava Jato e ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi aconselhado por aliados a pedir demissão do cargo. A informação é da jornalista Bela Megale, do jornal O Globo.

Moro vem sofrendo derrotas e humilhações políticas em série por parte de Jair Bolsonaro, que já não esconde de interlocutores as críticas ao ex-juiz da Lava Jato. Bolsonaro classifica Moro como “ingrato”.

Nesta quinta-feira, 22, em declaração à imprensa, Bolsonaro demonstrou mais uma vez que vai interferir na Polícia Federal e ameaçou demitir o diretor-geral Maurício Valeixo, que foi indicado por Sérgio Moro.

“Se eu trocar hoje, qual o problema? Se eu trocar hoje, qual o problema? Está na lei. Eu que indico, e não o Sérgio Moro [ministro da Justiça]. E ponto final. Qual o problema se eu trocar hoje ele? Me responda”, disse Bolsonaro .

Segundo a jornalista Bela Megale, entretanto, no Ministério da Justiça, a ordem do chefe é olhar para frente e tocar os projetos. Para ser ministro, Moro abriu mão de 22 anos de magistratura.

10 Comentário On Desrespeitado, esquecido e desmoralizado publicamente por Bolsonaro, Moro é aconselhado a pedir exoneração

  • Quem com ferro fere com ele será ferido, vai pagar caro pelas pelas arbitrariedades cometidas. Todo castigo é pouco,
    Vai sofrer na pele pelos males causados ao povo brasileiro. Eu tinha convicção/esperança de ver este resultado. Chora neném, faz arminha tudo se resolve.

  • Notícias advindas do Grupo Globo não merecem crédito. Querem separar o MITO de MORO, quanto JOÃO do MAGO. Não irão conseguir. Petralhas !!!!!!!

    • A Globo AINDA dá apoio incondicional ao Moro. Mas a ampulheta está marcando o tempo….
      Quanto ao mito, ele não precisa de ninguém para acender o rastilho . Ele próprio é a tocha.

      Querer comparar João Azevedo e Ricardo Coutinho com a dupla mito/moro só pode ser
      óada de mau gosto.

  • Taciano Mendes da Silva

    Duvido que peça demissão, fazendo isso não voltaria a ser juiz. Então teríamos treze milhões + 1 desempregados.

  • Nosso Capitão tá começando a acertar.

  • A ambição do Moro deve ser do mesmo tamanho do sua parcialidade. Ou seja: 100%.
    Ele e Bolsonaro se merecem, em gênero, número e grau!
    O castigo dele ainda não está completo. Ele ainda vai ter que rastejar muito mais
    para lamber as botas do seu mito de araque.
    E agora depois do nocaute do Aécio no Dória, o Moro deve estar no
    dilema: !Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”
    Bem feito para alguém que se julgava um deus.

  • Torço prá que fique, que o coiso o sangre ao máximo, se merecem. O papa já tinha dito: A verdade irá prevalecer. O Deus em quem acredito fará justiça. Eles merecem s mão pesada de Deus por todo mal que causa e causaram ao nosso povo. Ao mago, força, estaremos juntos a onde você for. Você é GIGANTE!!!!!

  • Tudo intriga das viúvas do partido que virou seita, ou seja, o PT. Tudo conversa fiada!!!!!!!

  • Do mesmo jeito da Amazônia, Moro vai se queimar no fogo, só que no fogo do inferno, lugar que ele vai ser bem recebido, pelas falcatruas e desmandos feitos contra Lula e contra o povo brasileiro, um juiz imparcial é pior que um bandido.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste