Dihego Amaranto sai da Prefeitura atirando

O secretário adjunto do Sine da Prefeitura de joão Pessoa, Dihiego Amaranto, entregou o cargo nesta quinta ao prefeito Luciano Cartaxo, confirmando o racha do PMDB com o esquema do prefeito. E saiu atirando. Em nota, disse que tinha sido indicado pelo senador josé  Maranhão, “um homem com 60 anos de vida pública limpa e honrada, diferente de outros”.

Antes dela, Olhenka Maranhão também deixara a Secretaria do Trabalho, para onde fora nomeada por indicação do PMDB.

O partido de Zé Maranhão desembarca assim do Governo de Cartaxo e se posta na outra margem. Resta saber a posição do vice prefeito Manoel Junior, que foi indicado pela legenda e continua no partido.

Veja a nota de Amaranto:

NOTA:*

Informo que a partir desta data, não fazemos mais parte da administração da Prefeitura Municipal de João Pessoa.

Agradeço a indicação do meu partido, o PMDB, na pessoa do Senador José Maranhão, que tem um histórico de 60 anos de vida pública limpa e honrada, diferente de muitos.

João Pessoa-PB, 01 de Fevereiro de 2018.

*DIHÊGO AMARANTO*

 

2 Comentário On Dihego Amaranto sai da Prefeitura atirando

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste