DOMINGUEIRAS DO TIÃO

FESTA DE ARROMBA

Teve gente com força na festa de São João em Princesa. A imagem nem precisa de legenda para dar ao leitor uma amostra do gigantismo da festa. Eduardo Costa foi a atração musical, mas além dele também há de se registrar a marca do prefeito Ricardo Pereira, que está conseguindo resgatar a estima do povo princesense, devolvendo ao poder público a credibilidade que fora jogada na lata do lixo.

Durante a festa, foi anunciada a liberação de recursos para o asfaltamento das principais ruas da cidade.

E depois dos discursos, tome forró que ninguém é de ferro.

JACKSON DO PANDEIRO E AS CRIANÇAS

Tem coisa mais bonita de se ver do que uma criança? Tudo nela é verdade, autenticidade e amor. E não foi diferente nesta sexta, quando elas, as crianças, se juntaram para homenagear o saudoso Jackson do Pandeiro.

Sucessos do cantor e compositor paraibano foram apresentados, nessa sexta-feira (14), na voz dos alunos da Creche Ângela Maria Meira de Carvalho, da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), durante o Festival Cultural 2019 da Instituição. O evento junino, que encerra os trabalhos da creche neste primeiro semestre do ano, ocorreu no Teatro Paulo Pontes, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, e homenageou o Rei do Ritmo, que, se estivesse vivo, completaria 100 anos no próximo dia 31 de agosto.

RANIERY, O CORDELISTA

Raniery Abrantes é um dos filhos de Seu João do Lastro. Ao contrário dos outros, que enveredaram pela carreira jurídica (Johnsim e Manoel), pela feitura das obras de cal e cimento (Bessanger) ou pela política (Zé Alan), Raniery foi ser professor. Professor e poeta. Sua poesia já lhe rendeu livros e prêmios literários, mas ele, sempre na busca de novos desafios, agora é cordelista. E cordelista afoito, daqueles que não recusam um desafio ou uma tertúlia no ouvido da mulher amada.

SIKÊRA VAI SIMBORA

Eu até que gostava de Sikêra. Ria muito com as presepadas dele. Suas posições radicais, com as quais não concordo, não tiram o brilho do seu talento. Ele é talentoso e por sê-lo não dá pra quem quer.Veio de Alagoas, está indo embora para Manaus e falam que teria recebido cantada de uma grande rede para apresentar programa policial.

Que seja bem ido.

PEDRO MACEDO ENTROU NO FORRÓ

Pedro Macedo é delegado de polícia, também é jornalista dos bons, mas o que ele é mesmo nesses tempos juninos, é forrozeiro. E para provar o que digo, mostro a imagem dele com a família pronto para entrar no clima de São João e forrozar até o fole ficar furado.

AMOR, ETERNO AMOR

E não poderia terminar estas Domingueiras sem homenagear este casal maravilhoso, arretado, supimpa e que mora no coração da gente. Socorro e Edjalmes, Edjalmes e Socorro, ele o rei, ela a rainha, ambos reinando em Bananeiras, terra que os acolheu e que foi escolhida por eles para sediar uma história de amor para durar além da vida.

3 Comentário On DOMINGUEIRAS DO TIÃO

  • Se esse Eduardo Costa, fosse cantar em Campina Grande no são João, tu ia me ter o pau, por não ser da terra nem cantar forró, como e lá em princesa,

  • O São João de Princesa deixou muita gente com dor de cotovelo, dentre eles o ex-prefeito Dominguinhos que em cinco anos de mandato num fez nada, além de arrasar salários de funcionários, e dar trabalho a polícia federal e – disfarçados – os Mouras – diga-se Aledson e Alan – que com Dominguinhos, investigaram ações justiça contra realização das festividades juninas, alegando que os gastos em torno dev300 mil reais, faltariam a Princesa. Dominguinhos devia ter pensado nisso quando desviou mais de 15 milhões dos cofres públicos do município, que estão sendo cobrados na justiça. Enfim, a justiça sabiamente negou a ação é ganhou o povo é a cidade. E aguardem que em novembro vem mais outro sucesso de público. E quem não aguentar, corra.

  • Obrigado meu caro Tião! A nossa foto batida pelo grande amigo Maxwell Palmeira.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste