Em Alagoa Nova: Ricardo inaugura Estação de Tratamento do sistema adutor Nova Camará

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, nesta quarta-feira (26), em Alagoa Nova, a Estação de Tratamento de Água (ETA) que irá tratar 400 litros/segundo e atenderá cerca de 120 mil habitantes dos municípios que serão abastecidos pelo sistema adutor Nova Camará. Entre as cidades beneficiadas estão Alagoa Nova, Arara, Esperança, Remígio, Matinhas, Lagoa Seca, Puxinanã, Areial, Montadas e outras localidades. Na Estação de Tratamento de Água (ETA) foram investidos R$ 8,7 milhões. O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia, prefeitos, vereadores e outras autoridades participaram do evento.

Na ocasião, o governador destacou que a obra é essencial, porque vai levar água de qualidade, tratada pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), para as residências da população da região. “A água que será tratada nessa Estação vem da Barragem Nova Camará, que foi inaugurada por esta gestão. Reconstruir a Barragem Camará foi uma grande alegria que tive, bem como executar 1.500 km de adutoras, estar construindo a TransParaíba e muitas outras obras hídricas que melhoram a vida da população”, comentou Ricardo Coutinho, acrescentando que ter água de qualidade nas residências é um direito do todo cidadão.

De acordo com secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e tecnologia, Deusdete Queiroga, a obra atenderá a região e também vai aliviar o sistema de abastecimento de água de Campina Grande. “Algumas cidades como Lagoa Seca, Matinhas, Alagoa Nova e São Sebastião de Lagoa de Roça ainda recebem água de Boqueirão, porém, em breve, elas passarão a ser abastecidas pelo sistema adutor Nova Camará. Isso vai trazer um alívio para o sistema de Campina Grande”, explicou.

O Sistema Adutor Nova Camará completo (ramais 1 e 2) representa mais de R$ 76 milhões de investimentos. A 1ª Etapa, que vem sendo executada, se estende desde a tomada d’água da Barragem Camará, em Alagoa Nova, até os municípios de São Sebastião de Lagoa de Roça, Puxinanã, Lagoa Seca, Matinhas, Esperança, Remígio e os Distritos de São Tomé, Campinote e Cepilho.

José Avelino é agricultor e mora em Alagoa Nova. Ele contou que sem abastecimento de água constante a vida dos moradores fica mais difícil. “O povo vivia carregando água nas cacimbas ou comprando água, eu mesmo comprava uns quatro botijões de água por semana, tirando dinheiro do pouco que ganho e muitas vezes até faltava para outras coisas. Agora, se as chuvas chegarem, vamos receber em casa a água tratada nessa Estação da Cagepa”, comemorou.

“Água é o bem mais precioso que podemos ter. É muito complicado viver com racionamento de água, porque a gente necessita dela para fazer tudo. Eu creio que no próximo ano Deus vai mandar chuva para encher a Barragem e através do sistema adutor e dessa Estação de Tratamento a água vai chegar todos os dias nas nossas casas”, declarou o comerciante de Esperança, Vitor Pereira.

1 Comentário On Em Alagoa Nova: Ricardo inaugura Estação de Tratamento do sistema adutor Nova Camará

  • Dr Ricardo o que que João vai fazer nesse estado estou preocupado porquê ha foram hospitais. estradas . adutoras. escolas .mobilidades. praças quase todas executadas nesses 8 anos

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste