Estão curando Covid no Acre com bicarbonato de sódio | Blog do Tião Lucena

Estão curando Covid no Acre com bicarbonato de sódio

Uma pesquisa da Universidade Federal do Acre (Ufac) em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostrou eficácia no tratamento de pacientes com Covid-19 usando o bicarbonato de sódio que ajuda na melhora da saturação do paciente.

Ao todo, o tratamento já foi feito em cerca de 300 pessoas no Acre na capital Rio Branco e em Tarauacá, no interior do estado.

Carolina Pontes, coordenadora da pesquisa, diz que o estudo foi aprovado na Comissão Nacional de Ética e Pesquisa (Cnep). O projeto de tratamento com o uso de bicarbonato para pacientes com Covid surgiu após análise e testes em laboratórios, com a ajuda de uma equipe multidisciplinar.

Em casos leves, o tratamento é feito por meio de nebulização, já nos casos graves, a solução é injetada diretamente no pulmão do paciente e depois sugada.

“A solução vai alcalinizar o sistema respiratório. Ela vai diminuir o edema e vai fluidificar a secreção e vai mobilizar nessa secreção, melhorando os sintomas iniciais do paciente. Nosso sistema respiratório inferior, ou seja, o pulmão ele faz com que haja uma melhora, uma bronco dilatação, e abre o pulmão do paciente permitindo de imediato uma melhora na saturação”, explicou Carolina.

Tratamento

O médico João Rodrigues, de 32 anos, ficou entre a vida e a morte ao ter 80% dos pulmões comprometidos pela Covid. O profissional de saúde de Cruzeiro do Sul passou cinco dias internado no pronto-socorro de Rio Branco. Em um período de oito dias, teve sintomas graves da doença.

“Eu já estava sem conseguir respirar em ar ambiente, passei uma madrugada no oxigênio”, contou.

Mas, o médico conseguiu superar a doença depois de fazer um tratamento à base de bicarbonato de sódio, destinado a casos leves, moderados e graves da doença.

“A melhora foi extremamente significativa, coisa que até eu mesmo como médico, me surpreendi porque nunca tinha visto uma melhora tão rápida. Só agradecer a Deus e a equipe, cada profissional da UTI”, disse.

A enfermeira chefe de UTI no PS, Edna Lopes, também falou que viu resultados positivos e que as altas médicas, após o tratamento com o bicarbonato, aumentaram consideravelmente.

“A partir daí a gente percebeu que passou a ter uma melhora clínica importante nos pacientes. A gente está conseguindo bastante alta nos pacientes lá de dentro. A parte de óbitos também reduziu e a gente vem conseguindo um resultado bem mais rápido no tratamento dos pacientes, na melhora clínica deles e automaticamente alta precoce, comparado ao que a gente tinha antes”, disse.

A reitora da Ufac, Guida Aquino, comemora e diz esperar que o estudo possa colaborar para salvar vidas durante a pandemia.

“Agora esse projeto representado pela professora Carolina Pontes venha corroborar para que a gente possa continuar combatendo a Covid”, pontuou.

No Acre, foram registrados mais de 53 mil casos de Covid-19, e total de mortes no estado era 921 até o domingo (14), segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) .

Do G1

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.