M U L H E R _PRIMAVERA TODO DIA_ 

Raniery Dantas Abrantes

Se inspirado eu estivesse, o que diria?

Quanto de afeto num poema escreveria?

Que meu olhar, ao vê-la, se enternece,

E a natureza, no seu dia, resplandece?!

Creio que moldaria uma escultura,

Mesmo sendo poeta, e não escultor;

Buscaria extrair a beleza e a doçura,

A essência que fascina todo o amor.

 

Mulher, ser que o tempo transfigura,

Flor viçosa que no jardim floresce,

Existência harmoniosa da poesia.

 

Na terra por onde andeja… formosura,

Imagem que o espelho d’água transparece,

Bela… Majestosa… Primavera todo dia.

                                        Raniery Abrantes

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste