Mesmo ganhando R$ 33,7 mil, deputado pede reembolso de R$ 1,00 do pãozinho de queijo

Com salários de R$ 33.723 e mais R$ 106.866 para contratar “aspones”, cada deputado federal ainda pode solicitar reembolso de despesas de R$ 45 mil mensais, em média, para promoção pessoal e para pagar até pão de queijo. E não é força de expressão: Afonso Motta (PDT-RS) apresentou nota fiscal de R$ 1 na compra de um pão de queijo, despesa certamente relevante no exercício da atividade parlamentar. A informação é do Diário do Poder.

O campeão de gastos neste momento, no ano, é o deputado Hélio Leite (DEM-PA): pediu ressarcimentos que totalizam R$ 287 mil.

Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) comeu no restaurante do Senac e pediu ressarcimento de R$ 3,27, equivalentes a 0,009% do seu salário.

  • Jhonatan de Jesus (PRB-RR) foi o que mais gastou este ano com promoção pessoal ou “divulgação da atividade”: R$ 192 mil.

Afonso Motta, que não deixa passar nem pão de queijo, foi ressarcido em R$ 1,6 milhão desde a posse, além de R$ 1,55 milhão em salários

2 Comentário On Mesmo ganhando R$ 33,7 mil, deputado pede reembolso de R$ 1,00 do pãozinho de queijo

  • Vagabundos, cafagestes, vocês estão chamando todos os dias os cidadãos de bem desse país de idiotas, gente vamos ter vergonha na cara não votando nesses canalhas!!

  • O que me revolta é sustentar esses vagabundos, não é possível que o povo brasileiro não coloque esse salafrários pra fora

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste