Nem Bruno, nem Cássio, nem Ludgério, nem Pedro, nem Tovar… Candidato de Romero a prefeito é Eva Gouveia segundo portal de JP

Marcos Maivado  Marinho 

Embora venha mimando velhos aliados e a eles dando a esperança de apoio político à sua sucessão em Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD) na verdade apenas estaria blefando, uma vez que o seu candidato a prefeito nas próximas eleições já tem nome: Eva Gouveia, a presidente estadual da legenda onde agora está filiado.

Segundo bem consubstanciada matéria do portal ‘JampaNews”, de João Pessoa, a opção pela viúva de Rômulo Gouveia será um “xeque mate” em Cássio Cunha Lima e o guindará à posição de cacique na política paraibana, onde passaria a dar as regras doravante.

Semana passada, instado por repórteres em Campina Grande a dizer o nome que apoiará para sucedê-lo na Prefeitura Municipal de Campina Grande, o prefeito elencou vários, mas não incluiu Eva, despistando assim a sua estratégia que, segundo o portal pessoense, já é “prego batido e ponta virada”.

Aos jornalistas campinenses Romero citou pelo menos sete nomes do seu agrupamento político aptos a concorrerem à prefeitura contando com o seu imprescindível e necessário apoio: Bruno Cunha Lima, Tovar Correia Lima, Pedro Cunha Lima, Cássio Cunha Lima, Manuel Ludgério, André Agra e Félix Araújo Neto.

Segue na íntegra o texto do JAMPANEWS:

Romero dá xeque-mate em Cássio e deve apoiar o nome de Eva para prefeita de CG; tucano pode ser “enterrado” em Campina pela família. Caso não se entendam, Romero pode patrocinar o velório político de Cássio.

Aos poucos a configuração das eleições municipais vai se formando e os personagens que influirão nessa batalha vão criando contornos e mostrando qual papel vão desempenhar no roteiro desse novo confronto político na versão de 2020, com territórios definidos e restritos aos municípios, mas com projeção para 2022.

Entre os protagonistas desse enredo político destaque para o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que foi o primeiro a se mover no tabuleiro deixando claro que pretende ser cacique a partir de 2020, abdicando de ser mero coadjuvante nesses embates eleitorais.

Romero abandonou o PSDB e entrincheirou-se no PSD de Eva Gouveia de onde pretende comandar a campanha para prefeito de Campina cujo resultado pode promovê-lo cacique caso as urnas sejam favoráveis ao candidato que apoiar e, tudo indica, ele já tem o seu preferido que seria Eva Gouveia, deputada federal, viúva de Rômulo Gouveia cujo patrimônio eleitoral em Campina é significativo.

Com essa escolha de Eva, Romero soma votos suficientes para desbancar os demais pretendentes, além de apimentar o discurso com o apelo da gratidão e do reconhecimento a um dos políticos mais queridos do estado e da cidade Rainha da Borborema, Rômulo Gouveia, cuja memória não pode ser desprezada por ninguém.

Com esse movimento de suas pedras, que teve início na sua filiação ao partido da viúva de Rômulo, Romero neutraliza o senador Cássio Cunha Lima e o filho Pedro, já que adquiriu autonomia política ao ingressar num partido que pode chamar de seu.

Nessa posição mais do que estratégica, que demonstra a sua evolução política hoje em plenas condições de assumir a liderança da região da Borborema de onde pode se lançar em voo de asa delta rumo ao Palácio da Redenção, Romero deve retirar de vez o bastão de comando das mãos de Cássio e colocar o ex-tudo na posição de mero coadjuvante do processo ou então partir para um confronto onde dependerá exclusivamente de suas forças para manter seu prestígio político de pé.

A luta pela prefeitura de Campina pode se transformar numa briga de família caso as duas partes não se entendam nos bastidores onde existe certo favoritismo para o prefeito no comando da máquina e gozando os efeitos de uma administração considerada satisfatória para a maioria da população, sem turbulências ao contrário de Cássio saído de uma derrota acachapante que jogou para  lona a sua antiga e proverbial densidade política.

Caso haja confronto, Cássio poderá ser enterrado politicamente em Campina e pela família.

5 Comentário On Nem Bruno, nem Cássio, nem Ludgério, nem Pedro, nem Tovar… Candidato de Romero a prefeito é Eva Gouveia segundo portal de JP

  • Só não concordo com a afirmação de que Eva Gouveia é deputada federal, não é e nunca foi, portanto a matéria não tem credibilidade, tem um pouco de devaneio e fakenewus.

  • Antonio Miranda Filho

    Conversa fiada meu amigo, Cássio dê um murro na mesa, não fica ninguém, Cássio continua mandando em todos,..

  • Também acho que Cássio continua sendo líder do grupo de oposição. Nunca votei, nunca votarei em Cássio, mas é preciso ser realista. Ele está em declínio, porém continua sendo líder carismático e péssimo administrador.

  • Muito fraca. É entregar de bandeja aos adversários. Cabe ressaltar que o saudoso Rômulo Gouveia perdeu duas vezes para o Veneziano

  • Vai sobrar na curva mais uma vez. Daqui a pouco já poderá até ser piloto da Nascar.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles