O que me lasca é essa minha memória

Gosto muito de ouvir Ruy Dantas. Desde os tempos de Sousa que gosto. Mas hoje eu estranhei o novo posicionamento dele com relação ao seu conterrâneo Luciano Cartaxo.

Ruy disse que o prefeito fez uma grande obra na Lagoa, que fez isso e mais aquilo e por isso não tinha dúvidas quanto a possibilidade de Cartaxo emplacar um candidato seu no segundo turno das eleições de 2020.

Estranhei porque, não faz muito tempo, Ruy acusava Cartaxo de inchar a folha da Prefeitura com parentes e amigos de Sousa, que sequer trabalhavam.

Revejam esta matéria de 17 de abril de 2018:

O jornalista Ruy Dantas denunciou no seu programa “60 minutos”, na Rádio Arapuan FM, nesta terça-feira (17), a existência de um verdadeiro batalhão de funcionários fantasmas da cidade de Sousa, na Prefeitura de João Pessoa. Segundo Ruy, que é natural de Sousa como o prefeito Luciano Cartaxo, há muita gente, mas muita gente mesmo daquela cidade empregada na prefeitura da capital sem dar expediente algum e tampouco exercer qualquer ofício.”

E completava: “É preciso que a Câmara Municipal de João Pessoa abra uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar isso com seriedade”.

No dia seguinte a essa denúncia, o irmão gêmeo do prefeito, Lucélio Cartaxo, foi à imprensa chamar Ruy de irresponsável e desafiá-lo a provar lista de servidores fantasmas na Prefeitura da Capital.

O pré-candidato a governador Lucélio Cartaxo lamentou a postura do radialista Ruy Dantas e desafiou o apresentador a provar lista de servidores sousenses fantasmas existente na Prefeitura.”

Em entrevista a Ademar Nonato, em Sousa, Lucélio foi curto e grosso:

Uma grande irresponsabilidade você trazer uma denúncia dessa sem nenhuma prova. Temos sim vários sousenses, como temos cajazeirenses que moram em João Pessoa prestando serviço a gestão do meu irmão Luciano Cartaxo. Amigos, colegas e pessoas de nossa confiança.”

Como agora Cartaxo é apontado como exemplo de administrador, líder inconteste, etc e coisa e tal, fica a dúvida: Ruy é mesmo o irresponsável apontado por Lucélio?

 

3 Comentário On O que me lasca é essa minha memória

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste