O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba investiga o prefeito de Alagoa Nova, Aquino Leite (PSDB), por denúncia de superfaturamento do São João 2017.

De acordo com o processo de numero 72365/2017, o prefeito gastou cerca de 200 mil reais nas festividades do São João na cidade. Dentre as irregularidades constatadas, está a locação de palco e estrutura por valor superior a 80 mil reais e gasto com fogos de artifício pelo montante de 23 mil.
IRREGULARIDADES TAMBÉM NA CONTRATAÇÃO DE ATRAÇÕES
A denúncia ainda apresenta um fato curioso: A Banda Karkará se apresentou na cidade de Alagoa Nova no dia 24 de junho por R$ 25.000,00, e no mesmo dia se apresentou na cidade de Boqueirão por R$ 14.000,00, onze mil reais mais barata. Além disso, foi pago 10 mil reais à Banda Tempero Completo, que não se apresentou nas festividades em momento algum.
A divulgação dos valores gastos na festa gerou muita repercussão na cidade, que atravessa por sérios problemas administrativos e cortes de gastos, como por exemplo a determinação de suspender a alimentação de pacientes do Hospital Municipal.

1 Comentário On O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba investiga o prefeito de Alagoa Nova, Aquino Leite (PSDB), por denúncia de superfaturamento do São João 2017.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste