Blog Posts

Quando eu fui coroinha

Já fui coroinha, mas no meu tempo os padres se comportavam. Se duvidam, perguntem a Edvaldo Rosas, igualmente coroinha e, consequentemente, contemporâneo do Tião Bonitão que vos fala. No tempo da gente o padre celebrava “discostas” para os fiéis e só falava em latim. Se dizia alguma ingrisia pecadora durante

Continue Lendo

As primeiras do dia

Começa logo mais às 7 horas o velório de Dona Natércia Vieira Coutinho, mãe de Ricardo, Coriolano, Veronica, Roseane, Valéria, Viviane, Raquel, Patrícia, Sandra e Gracinha Coutinho. ** Às 3 da tarde o corpo será cremado no Crematório de Cabedelo, onde se realizará o velório. ** O general Mourão, vice-presidente,

Continue Lendo

DOMINGUEIRAS DO TIÃO

IMAGENS DO PASSADO Começar as Domingueiras com essa imagem é, como diz o Cabo Daciolo, uma glória. Imagem do meu tempo de menino, da praça que me viu descalço, sambudo, caminhando pelas suas calçadas e admirando a estátua em corpo inteiro do homem de bigode grande, coisas que o tempo

Continue Lendo

O prato predileto.

Marcos Pires Escrevi aqui sobre minha paixão pelo Kitut e a lembrança da infância que seu sabor me traz. Sinceramente, leitores, jamais recebi tantas ligações, mensagens e recados em consequência de uma coluna. Vou resumir muito a voz dos leitores: “- Marcos Pires, você fala com tanto amor do Kitut

Continue Lendo

TESTEMUNHAS DA POBREZA

Ramalho Leite A professora Zélia Almeida consegue ensinar economia romanceando seus meandros pelas serras encobertas de cana-de-açúcar do brejo da Paraíba. Primeiro, nos brindou com os sinais de “bem estar e riqueza no brejo de Areia”, em livro que deveria frequentar os bancos escolares. Agora, consegue encontrar resquícios de prazer

Continue Lendo

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

Mais comentadas